Alma de Ouro

Animes
Alma de Ouro

Alma de Ouro

"Saint Seiya Soul of Gold"

Lançamento no Japão: 11 de Abril de 2015; no Brasil: 10 de Abril de 2015 (legendado)
Episódios (Duração): 13 episódios (24 minutos de duração cada)

Alma de Ouro

Saiba Mais

Introdução

O anime foi anunciado no dia 30 de Outubro de 2014. A história se passa de forma paralela a Saga de Hades, mais especificamente após a destruição do Muro das Lamentações. Os Cavaleiros de Ouro foram levados até Asgard e é por lá que as lutas se desenrolam. Novos 7 Guerreiros Deuses surgem na história, com armaduras potencializadas pelo poder da árvore Yggdrasil, trazida de volta a Terra por Andreas Lise, o novo representante de Odin que tomou o lugar de Hilda após ela ficar doente de forma misteriosa. Lyfia, uma criada do Palácio Valhalla, tem uma participação importante e misteriosa na história também.

A estreia aconteceu no dia 10 de Abril de 2015 (dia 11 no Japão, por causa do fuso horário) e a exibição foi gratuita e simultânea via streaming para praticamente todos os países. O Brasil foi contemplado com legendas em português, pelos serviços Daisuki e Crunchyroll.

O primeiro episódio foi exibido dublado no evento CCXP 2015 (dublagem pela DuBrasil encomendada exclusivamente para o evento) no dia 4 de Dezembro de 2015. O segundo episódio também foi dublado, mas infelizmente acabou não sendo exibido por falta de tempo. De qualquer, é esperado o lançamento em DVD e Blu-Ray pela PlayArte ao longo de 2018.


Aiolia de Leão surge misteriosamente em Asgard!
Aiolia de Leão surge misteriosamente em Asgard!

Episódio 1: "Reviva, Lenda Dourada!"

"Kaio Poseidon! Seisen futatabi"

Data original da estreia no Japão: 11 de Abril de 2015; no Brasil: 10 de Abril de 2015

Temos um flashback da destruição do Muro das Lamentações. As cenas foram totalmente refeitas no novo traço do anime. Em seguida, o cenário muda para Asgard. No alto de uma montanha, uma luz brilhante surge. É Aiolia de Leão, que cai na neve, totalmente desorientado. Ao longe, ele vê uma vila com luzes acesas e se dirige para lá. Ao chegar perto do local, alguns soldados o veem e acham que ele se trata de apenas um andarilho bêbado. Aiolia cai desacordado e os soldados o levam para uma prisão. Em outro local, uma garota implora a ajuda de outros moradores, ela está fugindo de alguns soldados. Entretanto, neste momento, ela acaba sendo encontrada e presa. Acuada, ela diz que eles estão sendo enganados e que Asgard será destruída. Aiolia, que está preso no mesmo local, ouve o que a garota diz e questiona se ele está mesmo em Asgard. Ela reconhece que ele não é de Asgard e que não está muito bem. Aiolia se lembra do momento da destruição do Muro das Lamentações e resolve sair da prisão. O Cavaleiro de Ouro o faz de forma muito simples, rompendo as correntes e destruindo a porta sem qualquer dificuldade. Em seguida ele vence os soldados com apenas um "rugido" do Leão. A garota reconhece que ele é um Cavaleiro de Ouro de Atena. Ao sair do local, Aiolia olha para o céu e percebe que o Grande Eclipse ainda está acontecendo. Ele pergunta há quanto tempo o Sol está assim e a garota responde dizendo que está assim há cerca de 1 semana. Aiolia decide voltar ao Santuário, mas Lyfia pede sua ajuda. Ele segue adiante, mas a garota continua o seguindo. Ela pede a ajuda dele para salvar Asgard. Aiolia diz que não pode perder tempo ali, mas acaba surpreendido quando Lyfia diz que Odin deve ter o enviado para salvar Asgard. Entretanto é o que ela sente, apesar de ser apenas uma criada do Palácio Valhalla e não conhece as intenções dos deuses. Neste momento uma cena cômica, a barriga de Lyfia começa a roncar de fome. Os dois vão para um restaurante, onde ela se esbalda com a comida. Ela então explica que estava sem comer desde o dia anterior e que estava fugindo dos soldados. Aiolia se surpreende, por causa da fraqueza deles, achando que aqueles eram os Guerreiros Deuses enfrentados no passado. Lyfia comenta que não, que aqueles são apenas soldados rasos, e os verdadeiros Guerreiros Deuses de Asgard são muito mais fortes. Em outro local, Frodi, um dos Guerreiros Deuses, questiona alguns soldados, que se justificam dizendo que o inimigo era muito forte, um Cavaleiro de Ouro de Atena. Frodi pede que eles reportem Andreas rapidamente.

Aiolia de Leão surge misteriosamente em Asgard!
Frodi de Gullinbursti é o primeiro Guerreiro Deus de Asgard a surgir na história!

De volta à conversa de Aiolia e Lyfia, eles agora falam sobre Andreas Lise, o novo representante de Odin na Terra. Aiolia pergunta se foi ele que o trouxe até Asgard, mas Lyfia diz que não, que ele não age em nome de Odin. Ela conta que Hilda, a antiga representante de Odin, misteriosamente ficou doente e Andreas assumiu o seu lugar, trazendo de volta inclusive à árvore proibida Yggdrasil. Andreas prometeu ao povo de Asgard que quando a Yggdrasil der frutos, o sol voltará a brilhar e o inverno acabará. Lyfia acredita que ele está enganando o povo e, junto com os Guerreiros Deuses, quer governar Asgard. Ela diz que Aiolia precisa ajudar a destruir a Yggdrasil e Andreas, caso contrário tudo estará perdido. O Cavaleiro de Ouro explica que eles estão no meio de uma batalha contra Hades no submundo e ele morreu nesta batalha. É neste momento que ele se dá conta que está vivo na verdade. Ele não entende porque voltou à vida e porque foi parar em Asgard. De qualquer forma, ele chega à conclusão de que se está vivo, ele deve continuar lutando como um Cavaleiro de Atena. Lyfia fica um pouco decepcionada ao ouvir isso. Ela então lembra o que Hilda lhe disse: destrua Yggdrasil, dê fim aos planos de Andreas e preserve a natureza de Asgard para a próxima geração. Hilda lhe confia esta missão. A garota então se despede de Aiolia e o deseja sorte. Aiolia caminha na neve, lembrando as palavras de Lyfia. De repente, ele sente um enorme cosmo e resolve voltar, pois sente que Lyfia está em perigo. E realmente está, afinal os soldados e Frodi a encontraram. A garota acaba tendo aos mãos amarradas. O Guerreiro Deus diz que está fazendo isso por Asgard, mas Lyfia responde dizendo que ele está fazendo isso por Andreas. Ele então diz que se ela continuar com isso, não poderá protegê-la. Lyfia diz que não precisa da proteção dele. Frodi pergunta, de forma irônica, se ela esperava a ajuda do Cavaleiro de Ouro. Ela diz que ele foi embora. Frodi diz que ele fugiu, apesar de que estava ansioso por enfrentar um Cavaleiro de Atena, seres patéticos.

Aiolia veste a Armadura Divina de Leão e consegue vencer o Frodi
Aiolia veste a Armadura Divina de Leão e consegue vencer o Frodi!

De repente, surge Aiolia, imediatamente libertando Lyfia. O Cavaleiro de Ouro diz que ele se arrependerá de ter insultado Atena e seus Cavaleiros. Lyfia pergunta por que ele voltou e Aiolia diz que tinha esquecido de terminar uma coisa e a fará rapidamente. Aiolia veste então a sua Armadura de Leão. Os soldados o atacam, mas eles os vencem facilmente com a Cápsula do Poder. Frodi de Gullinbursti o desafia. Ambos se atacam, os poderes se equivalem em um primeiro momento, mas Frodi usa a sua "Espada da Vitória", a Sieg-Schwert, que se move conforme o seu desejo, atingindo o seu inimigo. Aiolia é golpeado várias vezes e não entende como a espada pode ser mais rápida do que a sua velocidade da luz. Frodi explica que as Robes Divinas (as Armaduras dos Guerreiros Deuses) possuem mais poderes agora por causa da Yggdrasil. Lyfia diz que os Cavaleiros de Atena serão inferiores aos Guerreiros de Asgard nestas condições. Frodi golpeia violentamente Aiolia, que voa longe. Quando se levanta, Aiolia percebe que está com algumas marcas em seu corpo. Lyfia se assusta. Frodi explica que existe uma lenda que diz que os guerreiros mortos retornam como Einherjars e essas marcas surgem em seus corpos. Aiolia não se intimida e diz que mesmo que tenha morrido e voltado, ele está de pé e lutará, mesmo sem saber o motivo. Neste momento o pingente dado por seu irmão Aiolos começa a brilhar. Aiolia tem a visão do seu irmão Aiolos pedindo para ele ir para Yggdrasil (neste momento os outros Cavaleiros de Ouro são mostrados em outros locais de Asgard). Aiolos diz que lá ele encontrará a razão para eles terem ressuscitado. Aiolia então se lembra de quando era jovem e seu irmão foi acusado de sequestrar e matar Atena. A lembrança do seu querido irmão faz com que ele se pergunte por que nunca pode ajudar o seu irmão da forma que gostaria. Ele então quer descobrir a sua verdadeira missão, o porquê ter ganhado uma nova vida. Ele queima o seu cosmo ao máximo e nesse momento surge a Armadura Divina de Leão. Frodi fica sem entender que armadura é esta, mas não se importa e ataca. Aiolia dispara um poderoso Relâmpago de Plasma, vencendo Frodi. Aiolia cai no chão e a Armadura Divina some. Frodi não entende da onde veio este poder. Lyfia, de forma misteriosa, e aparentemente maligna, diz que finalmente Aiolia despertou o poder divino. Os olhos da garota mudam, até Frodi sente que não é ela que está ali naquele momento. Os soldados carregam Frodi e pedem para eles se retirarem.

Em outro local, Mu de Áries sente um cosmo grande. E se pergunta se isso trata-se de uma Armadura Divina. Alguns soldados e um novo Guerreiro Deus surgem, mas Mu se esconde.


Mu de Áries salvou a Lyfia, que buscava mantimentos em outro vilarejo!
Mu de Áries salvou a Lyfia, que buscava mantimentos em outro vilarejo!

Episódio 2: "Revelado! O segredo da Yggdrasil"

"Abake! Yugudorashiru no Himitsu"

Data original da estreia no Japão: 25 de Abril de 2015; no Brasil: 24 de Abril de 2015

Aiolia e Lyfia caminham sob a neve. Aiolia lembra do seu irmão e diz para Lyfia que os outros Cavaleiros de Ouro também foram revividos. Eles chegam em uma cabana e Aiolia acaba desmaiando em cima da Lyfia, já que ele está muito fraco. O Cavaleiro de Ouro está nesta situação por causa das marcas que surgiram em seu corpo. Lyfia percebe que na cabana nao tem água e nem comida e então resolve sair para buscar. Ela vai de cabana em cabana atrás de mantimentos, mas ninguém atende. Exausta, ela desmaia na neve, mas Mu a salva. Ao acordar, ela se depara com um garotinho lhe entregando um copo com uma bebida quente. Ela então lembra que deixou Aiolia sozinho, quando Mu entra na caba neste momento. Mu diz que ela não parou de falar o nome do Aiolia enquanto dormia. Lyfia responde dizendo que trata-se de uma pessoa importante, já que ele acreditou nela mesmo sendo desconhecidos. Ela explica que o deixou sozinho, se recuperando, em sua cabana, mas ela teve que sair atrás de comida e acabou não encontrando ninguém neste vilarejo. Mu diz que chegou em Asgard alguns dias atrás e não havia mais ningué no vilarejo. Era como se todos tivessem desaparecido no ar, exceto este garoto que está com eles que acabou se salvando quando foi buscar água em outro local. Neste instante, Lyfia tem um mal pressentimento. Alguns soldados de Asgard estão lá fora, patrulhando. O garoto diz que eles patrulham o local todos os dias e depois voltam para o templo, uma construção no centro do vilarejo controlado por um Guerreiro Deus. Mu diz que já o viu e ele utiliza uma Armadura em forma de Dragão. Lyfia então o reconhece como sendo o Fafner, um Guerreiro Deus que está pesquisando a Yggdrasil a pedido de Andreas. Ela diz que ele possui uma personalidade cruel, um ser frio que não hesitaria em realizar experimentos com humanos. Lyfia resolve ir embora, já que imagina que Fafner está tramando algo. Mu entrega água e comida para que ela leve até Aiolia e pede para ela deixar Fafner com ele. Lyfia estranha, mas o garoto acaba revelando a Armadura de Áries de Mu, tranquilizando Lyfia.

Aldebaran de Touro enfrenta o Guerreiro Deus Hércules de Tanngrisnir!
Aldebaran de Touro enfrenta o Guerreiro Deus Hércules de Tanngrisnir!

Aldebaran surge em outro local, em uma espécie de arena, e observa que Dohko de Libra está lá lutando contra vários soldados de Asgard. Os dois acabam indo para um bar, beber, mas Aldebaran não está feliz. Ele pergunta para Dohko se ele sabe o que aconteceu com eles. Ele lembra que eles foram mortos na destruição do Muro das Lamentações e se questiona se eles voltaram pela "vontade" de alguém, algum ser que pode estar brincando com suas vidas. Dohko não tem dúvidas de que estão sendo manipulados por alguém, mas o Cavaleiro de Libra não está muito preocupado, afinal ele já viveu mais de 200 anos e agora se sente mais vivo do que nunca. Ele pergunta para o Touro como ele se sente, afinal ele também não partiu de imediato em direção ao Santuário. Neste instante, um Guerreiro Deus clama a presença deles na arena. Trata-se de Hércules de Tanngrisnir, que os desafio. Dohko aceita o desafio, mas diz que quem lutará será o Aldebaran. Dohko recorda que, no passado, Aldebaran foi derrotado por um Guerreiro Deus de Asgard, portanto é uma bora hora para dar o troco. Em outro local, alguns soldados houvem gritos de dor. Eles acabam sendo interrompidos pelo Guerreiro Deus Fafner, os assustando. Mu chega no local, já trajando sua Armadura de Ouro. Mu pede para Fafner soltar os moradores do vilarejo, mas o pedido é em vão. Fafner quer capturar Mu, para que ele seja sua cobaia em experimentos. Fafner pede para os soldados pegarem Mu, mas o Cavaleiro de Ouro se livra facilmente deles. Fafner de Nidhogg, como ele mesmo se proclama, ataca Mu, que se defende com a Muralha de Cristal. Entretanto, a defesa é quebrada. Mu entende que os Guerreiros Deuses tem uma grande vantagem em Asgard. De volta a arena, Aldebaran resolve lutar contra Hércules, para diversão de Dohko. Aldebaran veste a sua armadura de Touro e a luta começa com Hércules atacando pelo alto. Aldebaran nem se move, na sua postura de defesa. Hércules dispara o golpe Ruota Falce (algo como Foice Giratória), mas Aldebaran nem se mexer mais uma vez, embora seu rosto acaba tendo um leve corte. Aldebaran não quer lutar para valer enquanto não descobrir o motivo de estar vivo em Asgard. Ele diz que Atena os proibiu de realizar combates por interesses pessoais. Hércules o interrompe e diz que Andreas ordenou que os Guerreiros Deuses tomassem as Armaduras de Ouro dos Cavaleiros de Atena, mas que não há graça de lutar contra alguém que não demonstra resistência. Ele então diz que obrigará Aldebaran lutar. O Guerreiro Deus dispara um golpe em direção do Cavaleiro de Ouro, mas na última hora acaba desviando o golpe em direção a crianças inocentes que estão na arquibancada da arena. Fafner conseguiu capturar Mu e resolve iniciar o seu experimento, fazendo Mu sofrer com o poder proveniente de uma orbe, que na verdade suga a cosmo energia de Mu e direciona para a árvore Yggdrasil. Mu então percebe que eles estão em um local onde as raízes da Yggdrasil estão presentes. O Cavaleiro de Ouro mostra que se deixou ser capturado para descobrir os planos de Fafner. Aiolia finalmente acorda. Neste mesmo momento, Lyfia retorna a cabana e abraça Aiolia, feliz por ele estar bem. Ela diz que encontrou um dos seus amigos. De volta a arena, Hércules acredita que derrotou o Touro e avisa que Dohko é o próximo, mas obviamente Aldebaran não foi derrotado. O Cavaleiro de Ouro salvou as crianças e agora queima o seu cosmo de forma intensa. Mu consegue se livrar do local onde estava preso por Fafner. O Guerreiro Deus o ataca, mas Mu revida com a Extinção Estelar, derrubando Fafner. Mu diz entender que a Yggdrasil cresceu ao se alimentar do seu cosmo, dando mais poder aos Guerreiros Deuses, mas Fafner se esqueceu que ele não é o único Cavaleiro de Ouro revivido. Neste momento, Aiolia surge no local disparando a Cápsula do Poder. Fafner foge, dizendo que o que Mu descobriu sobre a Yggdrasil nada o ajudará.

Aldebaran dispara um poderoso Grande Chifre, despertando traços da Armadura Divina!
Aldebaran dispara um poderoso Grande Chifre, despertando traços da Armadura Divina!

Na arena, Aldebaran ataca com o Grande Chifre, fazendo o chifre da sua armadura dispertar como uma forma divina. Dohko se assusta. O golpe é muito poderoso e joga Hércules para longe. Hércules se pergunta o que aconteceu, afinal o cosmo de Aldebaran acabou sendo maior do que o dele por um determinado momento, e em seguida foge. Aldebaran sofre com as marcas em seu corpo. Mu também sofre da mesma maneira. Os moradores do vilarejo foram salvos. Mu diz para Aiolia que algo maligno cresce dentro da Yggdrasil. Lyfia diz que este é o motivo então para que a srta. Hilda queira destruir a árvore. Aiolia diz que Aiolos pediu para eles irem até a Yggdrasil. Mu acha que Aiolos também está em Asgard. Os três partem então em direção da Yggdrasil.

Em meio a um vale, Milo consegue deter um soldado de Asgard e pergunta onde os Guerreiros Deuses estão. O soldado diz onde eles estão e diz também que sabe da presença de um Cavaleiro de Ouro, para surpresa de Milo.


O Guerreiro Deus Surt de Eikschnir surge diante de Milo de Escorpião e Camus de Aquário!
O Guerreiro Deus Surt de Eikschnir surge diante de Milo de Escorpião e Camus de Aquário!

Episódio 3: "Embate! Cavaleiro de Ouro vs Cavaleiro de Ouro"

"Gekitotsu! Gourudo Seinto tai Gourudo Seinto"

Data original da estreia no Japão: 9 de Maio de 2015; no Brasil: 8 de Maio de 2015

Milo de Escorpião caminha em meio a um vale e encontra Camus de Aquário. Ele então convoca o Cavaleiro de Ouro a ajudá-lo a verificar uma base de soldados de Asgard mais a frente, onde ele quer arrancar a verdade sobre os Guerreiros Deuses. Entretanto, Camus congela a capa de Milo, que consegue se esquivar pulando para longe. Neste momento surge o Guerreiro Deus Surt de Eikschnir. Ele diz que Camus é seu aliado. Milo pergunta para Camus se ele traiu Atena. Camus não responde e Surt ataca Milo com suas chamas de fogo. Camus também ataca Milo com o Pó de Diamante. O Cavaleiro de Escorpião cai em um rio, logo abaixo do penhasco do vale. Em outro lugar, Mu se despede de Aiolia e Lyfia. Lyfia pergunta porque eles precisam se separar e Mu explica que quanto mais eles avançam, mais seus cosmos são consumidos, tudo isso por causa da Yggdrasil. Mu conta que enquanto lutava contra Fafner viu a imagem da Yggdrasil e em volta dela ele sentiu uma força imensa tentando afastar influências externas. Aiolia diz que eles precisam averiguar isso e também comenta o fato da sua armadura ter mudado durante a sua luta contra Frodi. Mu diz que sabe de um homem que possa ter a resposta e parte em seguida.

Sigmund de Granyl não confia em Camus de Aquário!
Sigmund de Granyl não confia em Camus de Aquário!

Em um outro vilarejo, Máscara da Morte conversa com uma vendedora que diz que os negócios vão bem em Asgard agora graças ao sr. Andreas e o surgimento da Yggdrasil. Antes flores e plantações nunca cresciam muito, mas agora tudo mudou. Ela então oferece uma flor para o Máscara da Morte e diz que até faz um desconto para ele, mas ele não aceita. Neste momento surge Afrodite, que diz que aceita algumas belas rosas vermelhas. A moça pergunta se eles são amigos, mas Máscara da Morte diz que não. Afrodite se empolga e começa a dizer que é um guerreiro de muita beleza e tudo mais, mas Máscara da Morte consegue fazer com que ele fique quieto, já que ele não quer que saibam que eles são Cavaleiros de Atena pois existem soldados de Asgard por lá. Afrodite diz que está se esforçando para se manter discreto, mas sua beleza acaba chamando muita atenção assim mesmo. O Cavaleiro de Peixes diz também que soube que um Cavaleiro de Ouro foi avistado nas proximidades de um vilarejo e dizem que ele vestia uma armadura em forma de Leão. Máscara da Morte acredita que algo está prestes a acontecer em Asgard. Ele então pergunta se Afrodite pensa em lutar caso necessário e o Cavaleiro de Peixes diz que estava começando a pensar que a sua vida ali não era de todo ruim, mas vai embora deixando a dúvida no ar. Em uma espécie de caverna, Milo acorda e se depara com Shaka, que o encontrou no rio na noite passada. Ele pergunta o que está acontecendo em Asgard e Shaka responde apenas que ele sabe que não há motivos para eles lutarem agora. Milo diz não saber quem os trouxe de volta a vida, mas tem certeza que quem fez isso está em Asgard. Shaka pede para ele ter paciência e aguardar. Milo então diz que foi atacado por Camus, para surpresa de Shaka. Em seguida o Cavaleiro de Escorpião parte, carregando a caixa da sua armadura nas costas, e diz que sente que deve lutar, ao contrário do que pediu Shaka. Aiolia e Lyfia chegam ao vilarejo onde estava Máscara da Morte e Afrodite. Eles comentam sobre a fartura que existe em Asgard agora e Lyfia explica que isso aconteceu após o surgimento da Yggdrasil, dando a população mais motivos para confiar em Andreas. Infelizmente ninguém sabe da verdade e ela tem certeza que algo de perigoso vai sair da Yggdrasil. A vendedora, que já tinha oferecido rosas para Máscara da Morte e Afrodite, oferece agora também para o "casal" Aiolia e Lyfia, deixando a garota sem graça. Aiolia diz que eles não são um casal, para alívio da Lyfia. Neste momento a vendedora tem um leve engasgo, assustando Lyfia, mas em seguida ela fica bem. Aiolia pergunta se ela se encontrou com Andreas recentemente e a vendedora responde dizendo que sim, já que uma vez Andreas veio até o mercado. Ela diz que ele é um homem incrível, bonito e gentil. Lyfia fica chateada com essa situação e foge, Aiolia vai atrás e pergunta porque ela não disse toda a verdade para a vendedora. Como ela suspeitava, toda essa prosperidade em Asgard acaba não sendo uma mentira ou uma ilusão para toda a população. A conversa acaba interrompida pelo Máscara da Morte, que surge vindo de um dos bares ali do vilarejo, na verdade por ter sido expulso do local.

Camus está do lado dos Guerreiros Deuses por causa de uma promessa que ele fez!
Camus está do lado dos Guerreiros Deuses por causa de uma promessa que ele fez!

No Palácio Valhalla, Surt e Camus caminham enquanto um soldado passa informações sobre o paradeiro do Cavaleiro de Escorpião. Na verdade ele não sabe onde ele está. Os dois são interrompidos por Sigmund, outro Guerreiro Deus, que questiona o golpe dado pelo Cavaleiro de Aquário. Sigmund diz não dar a mínima ele ser amigo de Surt e que não confia em Camus. Surt pede desculpa pelo comportamento de Sigmund e conta que ele perdeu o irmão, Siegfried, em uma batalha contra os Cavaleiros de Atena. Desde então ele odeia os Cavaleiros. Camus diz que ele também deve odiar os Cavaleiros, afinal sua irmã foi morta por um deles. Surt reconhece que foi um acidente, revelando que quem matou ela foi na verdade o próprio Camus. O Cavaleiro de Ouro diz que não vai quebrar a promessa que ele fez a Surt. O Guerreiro Deus diz acreditar e então comenta que o golpe de Camus deve ter anulado a chama de fogo do golpe dele, salvando o Escorpião. Neste momento surge um soldado dizendo que encontraram o Cavaleiro de Escorpião. Camus diz que vai acabar com ele. Do lado de fora do palácio, Milo já luta contra vários soldados de Asgard e Camus surge no local. Os dois vão se enfrentar. Máscara da Morte, Aiolia e Lyfia estão juntos em um bar. Enquanto Máscara da Morte bebe algo, Aiolia explica para Lyfia que ele também é um Cavaleiro de Ouro, o de Câncer. Lyfia se espanta pelo fato dele beber durante o dia e ter dívidas de jogo. Como um homem assim pode ser um Cavaleiro de Ouro? Máscara da Morte diz que os Cavaleiros de Ouro são bem diferentes um dos outros, inclusive um deles possui mais de 200 anos. Lyfia pede desculpa e diz que é errado julgar as pessoas por suas aparências e personalidades. Aiolia pergunta se Máscara da Morte tem ideia do que está acontecendo em Asgard, mas o Cavaleiro de Câncer diz que não está afim de ir até a Yggdrasil e lutar contra os guerreiros de Asgard. Ele acredita que sua vida agora é mais divertida e não quer mais lutar como um Cavaleiro de Atena. Embora saiba que Seiya e os outros estão lutando contra Hades neste momento, ele acredita que sua vida agora é um bônus, portanto ele não sabe até quando vai durar. Sendo assim, ele resolveu aproveitar o tempo que tem vivendo daquela forma ali em Asgard mesmo. Esta é sua resposta final como Cavaleiro, irritando Aiolia. O clima entre os dois Cavaleiros de Ouro esquenta. De volta a luta entre Milo e Camus, os dois sabem que a luta deles acabará se tornando uma Guerra de Mil Dias. Milo pergunta porque eles precisam lutar e Camus explica da promessa que fez a Surt. Foi antes de se tornar Cavaleiro. Enquanto treinava, acabou matando a irmã de Surt por causa da uma avalanche de neve que ele provocou sem querer. Ele então prometeu que sacrificaria sua vida para lutar por Surt, era a única forma que ele tinha de compensar o que tinha feito. Então ele decidiu utilizar a sua nova vida para pagar esta promessa. Milo acha tudo isso ridículo e resolve lutar pra valer. No bar, Aiolia desiste de lutar contra Máscara da Morte e parte com Lyfia, para alívio do Cavaleiro de Câncer. Aiolia explica para Lyfia que está apenas seguindo o seu coração. Neste momento ele sente uma colisão de cosmos. Mu também e entende que dois Cavaleiros de Ouro estão lutando entre si. O mesmo acontece com Aldebaran, Dohko, Máscara da Morte e Afrodite. Máscara da Morte diz que o desentendimento entre os Cavaleiros de Ouro é algo normal e o que aconteceu no Muro das Lamentações foi na verdade um milagre. A luta entre Camus e Milo prossegue de forma ferrenha. Os dois trocam golpes corpo a corpo, sem qualquer vantagem para ninguém. Milo então dispara a Agulha Escarlate, enquanto Camus emenda a Execução Aurora. Camus diz que isso é inútil, já que Milo não aguentará lutar com esse corpo. Sigmund de Granyl interrompe a luta e diz que ele mesmo vai acabar com Milo. Surt não gosta da interrupção, embora acredite que o resultado será o mesmo. O Guerreiro Deus então arma uma armadilha para Milo, prendendo-o em chamas. De repente, em meio as chamas, surge Saga de Gêmeos.


Saga de Gêmeos surge para ajudar Milo diante de Surt, Sigmund e Camus!
Saga de Gêmeos surge para ajudar Milo diante de Surt, Sigmund e Camus!

Episódio 4: "Reunidos! Os sete Guerreiros Deuses"

"Shuuketsu! Shichinin no Goddo Uouria"

Data original da estreia no Japão: 23 de Maio de 2015; no Brasil: 22 de Maio de 2015

Saga ataca com a Explosão Galáctica, derrotando todos os soldados de Asgard presentes no local. Milo fica decepcionado com o fato de Camus ter usado a sua nova vida para um propósito tão banal, indo contra inclusive a seus companheiros. Neste instante, Surt, Camus e Sigmund reaparecem no local, sem nenhum arranhão, para surpresa de Milo. Saga diz que eles devem ter sido protegidos pelo poder da Yggdrasil. Sigmund ataca Saga, que se defende com apenas uma mão. Surt se intromete e lança uma rajada de fogo, fazendo Saga e Sigmund se separarem. O Guerreiro Deus de Granyl pede para Surt não atrapalhar, mas é Surt que pede para Sigmund ter calma, já que há a chance de acabar com dois Cavaleiros de Ouro de uma vez. Então Camus ataca com a Execução Aurora, Sigmund com o Furacão Pearl e Surt com o Redemoinho Flamejante do Cervo. Saga aplica o Outra Dimensão, escapando de lá carregando Milo consigo. Em outro local, Milo diz que vai até a Yggdrasil, mas Saga diz que com o poder atual deles isso não será possível. Ele explica que o cosmo da Yggdrasil dá grandes poderes aos Guerreiros Deuses e em volta dela há uma poderosa barreira. Camus lembra que foi exatamente isso que Camus disse anteriormente. Além de tudo isso, conforme mais próximos eles chegam da árvore, mais o cosmo deles é absorvido, não os deixando usar nem um centésimo de seus poderes. Apesar de tudo isso, Milo resolve ir assim mesmo, até como forma de testar o seu cosmo. No terraço de uma mansão, os olhos de Lyfia ficam vidrados com a imagem da Yggdrasil e um cosmo misterioso. Neste momento ela perde o seu lenço de cabelo, por conta da ação do vento. Aiolia surge e agarra o lenço. Ela pergunta se Aiolia também não consegue dormir. O Cavaleiro de Ouro responde que não e diz que ainda sente o mesmo cosmo que ele sentiu mais cedo, o que lhe dá um aperto no peito. Lyfia pergunta se é verdade que dois Cavaleiros de Ouro lutaram entre si. O Leão diz que o impacto de dois cosmos de Cavaleiros de Ouro é inconfundível e explica que não é incomum que cavaleiros lutem entre si, conflitando o senso de justiça entre eles. A garota pergunta também se ele acredita que um Cavaleiro de Ouro pode estar do lado de Asgard e Aiolia faz um sinal com a cabeça dizendo que sim, o que deve deixar os confrontos mais intensos. Ele pede para Lyfia contar mais sobre Andreas e os Guerreiros Deuses. Ela explica que Andreas lidera os 7 Guerreiros Deuses. O primeiro é Frodi de Gullinbursti, guerreiro na qual Aiolia enfrentou no dia em que eles se conheceram. A família dele serve Odin há tempos e é o mais orgulhoso entre os Guerreiros Deuses. O segundo é Hércules de Tanngrisnir, o mais forte entre eles. Depois temos Surt de Eikschnir, um estrategista que prioriza a eficiência em qualquer luta. Já Sigmund de Granyl é o oposto de Surt, já que se trata de um guerreiro bruto que não se importa de usar truques sujos durante a luta. Temos ainda Balder de Hraesvelgr, um homem que dizem ser imortal. Utgardar de Garm, o mais misterioso e que ninguém sabe sobre seu passado. Por fim, temos Fafner de Nidhogg, contra quem Mu lutou. O mais cruel e brutal, que inclusive já realizou experimentos com humanos para a sua pesquisa.

No topo da Yggdrasil, os 7 Guerreiros Deuses se reúnem perante Andreas!
No topo da Yggdrasil, os 7 Guerreiros Deuses se reúnem perante Andreas!

No topo da Yggdrasil, Andreas está sentado em uma espécie de trono e recebe os 7 Guerreiros Deuses. Ele diz que a base da árvore foi destruída com um único ataque, mas não se impressiona com o fato disto ter acontecido por conta do poder de Saga de Gêmeos, que dizem ser o mais forte Cavaleiro de Ouro. Hércules e Frodi se colocam a disposição para atacar, mas Surt desdenha do fato deles terem fugido quando um Cavaleiro de Ouro resolveu revidar. Frodi diz que não usará mais a desculpa de que eles estavam enfraquecidos pela distância da Yggdrasil, mas aclama que a Armadura de Leão se transformou em outra coisa. Andreas fica surpreso e Frodi explica que o ataque de Aiolia ficou incomparavelmente mais forte por conta disto. Hércules diz que o mesmo aconteceu com ele na luta contra o Touro. Andreas acha interessante e pergunta para Balder o que ele acha disto tudo. O Guerreiro Deus diz que os Cavaleiros de Ouro têm um poder que eles não conhecem, no entanto apenas Leão e Touro mostraram este poder até agora, dando a entender que talvez nem todos os 12 Cavaleiros de Ouro podem utilizá-lo. Surt diz que o Escorpião ficou muito ferido e a hora de derrotá-lo é agora. Sigmund pede para que Andreas ordene o ataque. O novo líder de Asgard diz que eles não precisam ter pressa e pergunta para Fafner quando aquilo (não mencionado neste momento) estará pronto. O Guerreiro Deus de Nidhogg diz que não deverá levar muito mais tempo, afinal ele encontrou o que procurava. Andreas ri e diz que não vê a hora. Utgardar observa tudo com um olhar misterioso. Em um bar, Máscara da Morte ganha uma partida de um jogo de cartas (provavelmente pôquer), enquanto bebe. Ele pergunta para o atendente do bar se ele não viu o velhote dono do bar. O rapaz diz que ele foi para o hospital para tratar uma dor nas costas, tratamento este oferecido de forma gratuita por Andreas. Em sua casa, Helena cuida dos seus irmãos, mas mostra-se debilitada por uma tosse. De repente, eles escutam um barulho na porta. Ao conferir, Helena percebe que foi deixado um saco com dinheiro. Ela sai para a frente da casa para ver se vê quem deixou e, mesmo sem localizar a pessoa, agradece por tudo o que ela está fazendo por ela. Máscara da Morte observa tudo. Uma das crianças pergunta se ela acha que é o cara que cheira a bebida que está dando o dinheiro para eles, mas outra diz que acha que é na verdade o Sr. Andreas. De repente, alguém bate na porta. Helena vai verificar e encontra o Guerreiro Deus Fafner.

Afrodite consegue arrancar, de Fafner, a informação de como destruir a barreira da Yggdrasil!
Afrodite consegue arrancar, de Fafner, a informação de como destruir a barreira da Yggdrasil!

Deitado em uma cama, Máscara da Morte observa a urna da sua armadura, quando é interrompido por Afrodite, que diz que Aiolia e os outros partiram logo cedo. Máscara da Morte pergunta se ele vai ficar e o Cavaleiro de Peixes diz que ainda não se sente pronto para deixar a cidade. Os dois vão até o centro da cidade e Máscara da Morte se surpreende ao ver que Helena não foi trabalhar na banca de flores. Ele pergunta para um morador sobre o paradeiro da menina e sai correndo para procurá-la. Ele bate na porta da garota, mas é as crianças que atendem. Uma delas diz que ela foi para o hospital, sendo que um Guerreiro Deus veio buscá-la para o Sr. Andreas curar a doença dela. Neste momento, Máscara da Morte se lembra da conversa que teve com o atendente do bar e tem um pressentimento ruim. Em outro local, Fafner prende várias pessoas, incluindo Helena, em cristais. Ele diz que o seu experimento está completo e eis que surgi uma Safira. Afrodite de Peixes surge no local neste momento. Ele diz que foi a própria Yggdrasil quem lhe contou sobre este local. Fafner fica paralisado pelo poder das rosas de Afrodite e começa a perder os sentidos. Afrodite aproveita e ataca com o golpe Rosas Diabólicas Reais, prendendo Fafner. O Cavaleiro de Ouro já entendeu que o cosmo deles absorvido vai para toda a Yggdrasil, portanto basta ele quebrar a barreira para que os cosmos parem de ser absorvidos. Fafner pergunta como ele descobriu isso e Afrodite explica que a pulsação das plantas o contaram. Ele então pergunta para Fafner como ele pode destruir a barreira, mas o Guerreiro Deus não quer contar. Afrodite ataca mais algumas rosas e diz que não precisa ouvir da boca dele, são as rosas que irão atingir o seu sistema nervoso central e o contarão. A técnica mostrada por Afrodite é muito apurada e ele consegue arrancar a informação de Fafner, repassando, via cosmo, para Mu em seguida. Os dois resolvem lutar para valer, mas Andreas surge e interrompe tudo. Ele se diz surpreso pelo fato de um Cavaleiro de Ouro ser especialista em plantas. Afrodite é atacado, mas consegue tirar salvar Helena. Entretanto, acaba atingido violentamente pelas raízes da árvore. Helena é arremessada para longe, mas Máscara da Morte chega no local e consegue pegá-la. O corpo de Afrodite é transpassado por uma raiz e ele acaba capturado. Aiolia e Mu sentem o cosmo de Afrodite sumir. Andreas, controlando as raízes, surge diante de Máscara da Morte, que diz que vai matá-lo. Andreas desdenha do fato dele querer lutar sem uma armadura, mas o Cavaleiro de Câncer diz que não precisa de uma armadura. Neste instante, a Armadura de Câncer surge, para espanto de Máscara da Morte, afinal ela lutaria novamente com alguém como ele? Após vestir a armadura, ele já ataca com o Ondas do Inferno, que não surti efeito sobre Andreas. Em seguida, Máscara da Morte é jogado longe pelo poder das raízes controladas por Andreas. O líder de Asgard diz que o Câncer é o Cavaleiro de Ouro mais fraco que ele conheceu. Máscara da Morte diz que deve ser verdade, afinal até a armadura o abandonou uma vez, mas ele ainda se considera um cavaleiro. Entretanto, ele pode conhecer alguém como Helena, que estava doente e lutando para poder manter os irmãos sempre bem alimentados e mesmo assim sempre sorrindo. Sendo assim, ele queria ajudá-la de verdade. Andreas diz que não há significado algum no renascimento de Máscara da Morte. Helena acorda e pede para Máscara da Morte dizer para os seus irmãos ficarem juntos e unidos. Andreas ataca e Máscara da Morte, muito revoltado com tudo aquilo, queima o seu cosmo de forma intensa, despertando um poder incrível com a Armadura Divina de Câncer. Andreas fica satisfeito com o que vê. Máscara da Morte pega Helena nos braços. A garota pergunta se era ele quem estava dando aquele dinheiro para ela, mas o Cavaleiro de Ouro finge não entender. A garota agradece e morre em seguida. Máscara da Morte sofre e chora muito. De volta ao topo da Yggdrasil, atrás do trono de Andreas, vemos Afrodite preso. Mu chega até o local onde Shaka está meditando e fala que tem uma coisa que ele quer que o Cavaleiro de Virgem conte para ele: o poder oculto da Armadura Divina.


Shaka entrega a Adaga Dourada para Mu e explica sobre as Armaduras Divinas!
Shaka entrega a Adaga Dourada para Mu e explica sobre as Armaduras Divinas!

Episódio 5: "Supremo! O poder da Armadura Divina"

"Kyuukyoku! Goddo Kurosu no Chikara"

Data original da estreia no Japão: 6 de Junho de 2015; no Brasil: 5 de Junho de 2015

Mu comenta com Shaka sobre a mensagem enviada por Afrodite antes de seu cosmo desaparecer. Existe uma poderosa barreira em volta da Yggdrasil se alimentando do cosmo dos Cavaleiros de Ouro, o que faz com que eles não consigam se aproximar da árvore. Para acabar com a barreira, eles precisam destruir a Grande Raiz, exposta em três pontos. Antes de partir, Mu diz que sente que algo maligno está crescendo dentro da Yggdrasil e Shaka lhe entrega um item muito valioso: a Adaga Dourada de Atena. Shaka diz que quando ele despertou em Asgard, a adaga estava ao lado da sua armadura. Aiolia e Lyfia caminham sob um nevoeiro em direção a barreira da Yggdrasil. A garota diz ter um mal pressentimento. Aldebaran e Dohko também estão em outro local em direção a barreira. Mu se comunica, via cosmo, com os Cavaleiros de Ouro e explica sobre a necessidade de destruir das três raízes gigantes. Milo é outro que escuta a mensagem de Mu. O Cavaleiro de Áries diz ainda que não é possível destruí-las com a força que eles possuem no momento. Ele então lembra da conversa com Shaka, sobre as Armaduras Divinas. É necessário elevar o cosmo ao limite, fazendo despertar o poder divino. Aiolia lembra de quando conseguiu isto por um momento, na luta contra Frodi. Aldebaran também é lembrado por Dohko de como manifestou a Armadura Divina na sua luta na arena.

Os Cavaleiros de Ouro são atacados por ilusões no labirinto chamado Inverno de Fimbul!
Os Cavaleiros de Ouro são atacados por ilusões no labirinto chamado Inverno de Fimbul!

No topo da Yggdrasil, Frodi visita Andreas e avisa que os Cavaleiros de Ouro logo entrarão na região da barreira. O Guerreiro Deus quer que Andreas ordene um ataque, mas o líder de Asgard não o faz, já que algo especial espera os Cavaleiros de Ouro. Mu avisa que para despertar a Armadura Divina, há outra condição além de elevar o cosmo. Antes que possa explicar, Mu é interrompido porque os Cavaleiros de Ouro se deparam com inimigos encapuzados. Milo ataca com a Restrição, mas é golpeado por um ataque de gelo e percebe que quem está na sua frente é o Hyoga de Cisne. Aldebaran é atacado por Shun de Andrômeda e Dohko é atacado pelo Shiryu de Dragão. Já Aiolia é atacado pelo Seiya de Pégaso. Os Cavaleiros de Ouro não entendem porque os Cavaleiros de Bronze estão ali, afinal eles deveriam estar se dirigindo aos Campos Elíseos para combater Hades. Aiolia chega a pensar que eles foram derrotados por Hades e foram revividos em Asgard como os Cavaleiros de Ouro, mas Lyfia refuta esta ideia e diz que eles estão enfrentando as ilusões do Inverno de Fimbul, um labirinto que aparece em volta da Yggdrasil. Aldebaran ataca a ilusão do Shun com o Grande Chifre. O mesmo faz Dohko, que dispara o Cólera dos Cem Dragões contra a ilusão de Shiryu. Milo desfaz a ilusão do Hyoga com a Agulha Escarlate. Aiolia fica com muita raiva de Andreas, por brincar assim com eles, e ataca a ilusão de Seiya com a Cápsula do Poder, mas a ilusão se transforma em Shura de Capricórnio e em seguida o ataca com a Excalibur. O Cavaleiro de Leão consegue deter o golpe com as duas mãos, mas acaba ferido. A ilusão de Shura continua atacando, obrigando Aiolia a contra-atacar. Andreas explica que a ilusão que surge no Inverno de Fimbul as vezes reflete a escuridão mais profunda dentro do coração da pessoa. Lyfia se pergunta se o Cavaleiro de Ouro de Capricórnio tem alguma rixa com Aiolia. Mu explica que Shura matou o irmão mais velho de Aiolia, o Aiolos. Vemos um flashback de Aiolos salvando a bebê Atena e sendo declarado traidor pelo Saga de Gêmeos, que se passava por Mestre do Santuário. Foi o sentimento negativo dentro de Aiolia que criou esta ilusão.

Utilizando Armaduras Divinas, Aiolia, Aldebaran e Milo conseguem destruir as três raízes da Yggdrasil!
Utilizando Armaduras Divinas, Aiolia, Aldebaran e Milo conseguem destruir as três raízes da Yggdrasil

Aiolia entende que Shura apenas cumpriu o seu dever como cavaleiro, consequentemente ele não tem nada contra o Shura. Andreas diz que a escuridão nas profundezas do seu coração diz o contrário. Quando ia receber um golpe derradeiro da ilusão, Aiolia é salvo pelo Shura de verdade. A verdadeira Excalibur não consegue derrotar a ilusão, já que se trata de uma ilusão do Aiolia, onde somente o Cavaleiro de Leão poderá vencê-la. Shura utiliza o golpe Pedras Saltitantes para jogar a ilusão para o alto, agarrando-a por trás em seguida. Shura pede para Aiolia atacar. O Leão hesita, pois desta forma Shura também será atingido. Shura insiste para Aiolia atacar. Vemos mais um flashback, do dia da morte de Aiolos, com o Cavaleiro de Ouro de Sagitário explicando para Aiolia sobre o seu destino e sobre sua verdadeira missão perante Atena. Shura reconhece que naquele momento tomou a decisão, errada ou não, e sabia que algum dia teria que pagar pelos seus pecados. Essa hora chegou para Shura. Aiolia reconhece que talvez tenha mesmo mantido algum ódio por causa do que aconteceu, mas ele sabe que a determinação e o orgulho de Shura como Cavaleiro de Ouro superam qualquer coisa. Aiolia ataca com o Cápsula do Poder, eliminado a ilusão. Shura cai ferido, mas diz que sabe que Aiolia conteve o seu golpe para acertar apenas a ilusão. A névoa do Inverno de Fimbul some e as raízes surgem na frente dos Cavaleiros de Ouro. O cosmo deles começa a ser drenado de forma mais intensa. Neste momento então Mu termina de explicar sobre as Armaduras Divinas, sobre a outra condição para o surgimento delas: é necessário estar fortemente ligado a deusa Atena. Ele lembra que algumas Armaduras de Ouro, como a de Touro, receberam as lágrimas de Atena após as lutas nas Doze Casas do Zodíaco e contra o deus Poseidon. Aiolia lembra que o pingente que ele carrega, a lembrança do seu irmão Aiolos, foi dado por Atena. Mu adverte Milo que a Armadura de Escorpião não passou por isso, portanto ele não terá como despertar a Armadura Divina. Ele pede que Milo aguarde a sua chegada, já que ele carrega a Adaga Dourada que Saori utilizou para tirar sua vida. Milo pede para Mu teleportar o artefato para ele, mas Mu não quer pois acha que pode ser algo muito extremo para o corpo debilitado de Milo. O Cavaleiro de Escorpião não se importa, afinal já perdeu a vida uma vez e tanto faz quem for primeiro agora. Mu teleporta o item e Milo agradece. Aldebaran, Aiolia e Milo queimam o cosmo e despertam a Armadura Divina. Andreas fica maravilhado pelo poder delas. Os três Cavaleiros de Ouro destroem as raízes com seus golpes. A absorção dos cosmos é interrompida. Milo, muito debilitado, cai e é capturado pela Yggdrasil. Todos sentem o cosmo de Milo sumir. Mu chega no local e recupera a Adaga Dourada. Shaka recebe uma mensagem de Atena e veste sua armadura.


Os Cavaleiros de Ouro são cercados por Soldados de Asgard após destruírem as raízes da Yggdrasil!
Os Cavaleiros de Ouro são cercados por Soldados de Asgard após destruírem as raízes da Yggdrasil!

Episódio 6: "Invasão! As 7 Câmaras da Yggdrasil"

"Totsunyuu! Yugudorashiru no Nanatsu no Ma"

Data original da estreia no Japão: 20 de Junho de 2015; no Brasil: 19 de Junho de 2015

Mu utiliza a Extinção Estelar para vencer alguns soldados de Asgard em frente ao local onde Milo destruiu uma das raízes. Dohko e Aldebaran também são cercados por soldados e o mesmo acontece com Aiolia, Shura e Lyfia. Shura alerta os soldados que agora eles podem lutar utilizando todo o poder, afinal a Yggdrasil não está mais drenando seus cosmos. Lyfia tenta evitar as lutas, mas Aiolia diz que isso é em vão, afinal estes soldados tem uma fé cega por Andreas. Neste momento vemos o próprio Andreas se comunicando com todos os soldados. Ele avisa que a batalha está agora muito além do que eles podem oferecer, mas que não devem temer, afinal eles já conseguiram vencer e capturar alguns Cavaleiros de Ouro e o mesmo deverá acontecer com os outros. Ele proclama que os Guerreiros Deuses sairão vencedores. Os soldados abrem caminho e os Cavaleiros de Ouro entram na Yggdrasil.

Lyfia explica aos Cavaleiros de Ouro, ao chegarem no centro da árvore, sobre as Sete Câmaras da Yggdrasil!
Lyfia explica aos Cavaleiros de Ouro, ao chegarem no centro da árvore, sobre as Sete Câmaras da Yggdrasil!

Os 7 Guerreiros Deuses estão reunidos novamente perante Andreas, que avisa que os Cavaleiros de Ouro, juntamente da "traidora" Lyfia, adentraram a Yggdrasil, sendo que a intenção deles é destruir a árvore que está abençoando Asgard, fazendo com que Atena domine tudo na Terra. Ele explica, também, que Hades suprimiu o poder da Yggdrasil com o Grande Eclipse, que está acontecendo neste momento, desta forma Atena se aproveitou para enviar os Cavaleiros de Ouro, revividos como Einherjar, para atacar Asgard, dando início a batalha final: Ragnarok. Obviamente tudo não passa de papo furado, mas ele acaba enganando os seus guerreiros com esta conversa. Andreas então oferece as novas Safiras de Odin para os Guerreiros Deuses, pedras estas criadas através das experiências feitas por Fafner com o povo de Asgard. Com estas novas Safiras, suas Robes Divinas (armaduras) podem extrair o máximo de poder da Yggdrasil, tornando as Armaduras Divinas dos Cavaleiros de Ouro impotentes perto deste novo poder. Os Guerreiros Deuses partem então para o ataque, mas Frodi fica no local e questiona o porquê de Andreas ter deixado os Cavaleiros de Ouro passarem pelo Inverno de Fimbul. O líder de Asgard explica que precisava ver e conhecer o real poder das Armaduras Divinas, na qual eles só podem utilizar por um breve período de tempo, já que causam um grande dano aos seus corpos. Frodi alerta também sobre a ausência de um dos Cavaleiros de Ouro, mas Andreas diz que já encontrou ele. Trata-se de Aiolos de Sagitário. Neste momento vemos um flashback de Andreas visitando Hilda, que está debilitada em sua cama. Hilda reclama do fato de Andreas ter colocado o Palácio Valhalla sob vigilância, ter aprisionado Freya, além de ter trazido de volta a presença maligna da Yggdrasil. Andreas refuta, dizendo que a Yggdrasil vai tornar Asgard próspera novamente. Andreas vai embora ordenando que os soldados mantenham Hilda sob vigilância extrema. É neste momento que ele é interceptado por Aiolos, que pede para ele falar mais sobre a árvore gigante e o que ele está fazendo com Asgard. Andreas vira já atacando, mas nada acontece com Aiolos, que veste sua armadura. O flashback é interrompido com Andreas pedindo para Frodi voltar ao seu posto de batalha. Ele traz à tona também esferas que representam as Sete Câmaras da Yggdrasil. Aiolia e Shura conversam sobre o que os trouxe de volta a vida e sobre o mal que cresce dentro da árvore. Eles então chegam na região central da Yggdrasil, onde está inclusive uma estátua de Odin. Dohko, Aldebaran e Mu também chegam no local. Lyfia lembra de uma citação de um antigo documento de Asgard, o mesmo que Hilda recitou para Andreas, indicando que um grande mal cresce como um fruto dentre da Yggdrasil. Ela então explica que há uma continuação no documento, indicando as Sete Câmaras: Svartalfheim (Câmara da Sabedoria), Jotunheim (Câmara dos Gigantes), Alfheim (Câmara da Luz), Helheim (Câmara dos Mortos), Vanaheim (Câmara dos Heróis), Niflheim (Câmara da Névoa) e Jaheim (Câmara do Gelo). É necessário destruir as estátuas presentes em cada uma das câmaras para derrotar o fruto do mal da Yggdrasil. Os olhos da Lyfia ficam vidrados mais uma vez, para espanto de Mu e Aiolia. Dohko chega a duvidar da garota, mas recua. O Cavaleiro de Leão pede para Lyfia voltar, já que eles enfrentarão diversos perigos daqui para frente. Eles se separam, cada um partindo para uma Câmara. Lyfia resolve seguir Aiolia, mas acaba entrando em Helheim, onde algo estranho acontece com ela.

Aiolos de Sagitário dispara uma Flecha Dourada
Aiolos de Sagitário dispara uma Flecha Dourada "Divina" contra Andreas e contra a Yggdrasil!

Aiolia chega em Vanaheim e encontra Frodi. Aldebaran chega em Jotunheim e encontra Hércules mais uma vez. Mu chega em Svartalfheim e se depara com Fafner. Utilizando telecinese, o Cavaleiro de Áries joga o Guerreiro Deus longe logo de cara, mostrando grande superioridade. Shura chega em Jaheim e encontra Camus. O Cavaleiro de Capricórnio diz que não terá clemência por Camus, que diz o mesmo. Por fim, Dohko chega em Helheim e encontra mortos sendo revividos. Andreas dá risada, enquanto vemos Shaka correndo em direção da Yggdrasil e Máscara da Morte ainda lamentando a morte de Helena. Neste instante o líder de Asgard começa a sentir uma dor no olho e se retira para a parte de trás do seu trono, onde vemos as Armaduras de Peixes e Escorpião aprisionadas. Um novo flashback é mostrado, desta vez da luta de Aiolos e Andreas. Aiolos sente que os outros Cavaleiros de Ouro também reviveram em Asgard e pergunta se isso é obra de Andreas, embora seja necessário o poder de um deus para tal feito. Andreas conta a questão do cosmo dos Cavaleiros de Ouro ser drenado conforme eles se aproximam da Yggdrasil, justificando a falta de poder de Aiolos. O Cavaleiro de Sagitário queima o seu cosmo, despertando a forma Divina do Arco da sua armadura, e dispara uma flecha dourada, que atinge o olho esquerdo de Andreas. Em seguida, Aiolos cai da beira do penhasco onde ele estava. A flecha atinge a Yggdrasil também. Andreas nega que isto pode ter causado algum dano à árvore.


Hércules de Tangrisnnir enfrenta novamente Aldebaran de Touro!
Hércules de Tangrisnnir enfrenta novamente Aldebaran de Touro!

Episódio 7: "Colisão! Armadura Divina vs Armadura Divina"

"Gekishin! Goddo Kurosu tai Goddo Kurosu"

Data original da estreia no Japão: 4 de Julho de 2015; no Brasil: 3 de Julho de 2015

Os poderes de Frodi e Aiolia se chocam. O Cavaleiro de Leão tenta abrir os olhos do Guerreiro Deus, dizendo que existe um mal crescendo dentro da Yggdrasil. Frodi diz que tudo isso é bobagem e a energia que ele recebe da Yggdrasil é aumentada com a sua nova Safira de Odin. Frodi desdenha do poder de Aiolia, mas o Cavaleiro de Ouro está disposto a mostrar o real poder dos mais poderosos guerreiros de Atena e dispara o Cápsula do Poder, atingindo e jogando Frodi para longe. Em Jotunheim, Hércules ataca Aldebaran, que permanece imóvel, na sua postura de ataque e defesa. O Guerreiro Deus pede para Aldebaran utilizar a Armadura Divina, mas o Cavaleiro de Touro diz que não precisa do poder da Armadura Divina para lutar contra alguém que ele já derrotou antes. Hércules começa a socar Aldebaran sem parar, mas sem efeito algum. Aldebaran revida atacando e atingindo Hércules. Hércules derruba uma pilastra e utiliza toda a sua força para causar um grande impacto, fruto do poder da sua nova Safira de Odin.

Dohko é confrontando pelo misterioso Guerreiro Deus Utgardar em Helheim!
Dohko é confrontando pelo misterioso Guerreiro Deus Utgardar em Helheim!

Em Svartalfheim, Mu continua se impondo sobre Fafner, mas o Guerreiro Deus surpreende o Cavaleiro de Áries com uma nova força, muito maior do que antes. Em Helheim, Dohko encontra uma pessoa misteriosa, envolta a uma túnica e com o rosto coberto. Ele pergunta se foi esta pessoa que reviveu os Cavaleiros de Ouro. Como não obtém resposta, Dohko ataca, mas é repelido pelo Guerreiro Deus Utgardar, que surge na frente da pessoa de túnica. O capuz que cobriu a pessoa misteriosa cai, revelando Lyfia. Em Jaheim, Shura e Camus travam uma intensa luta. Shura entende que Camus deve ter um motivo muito forte para estar lutando ao lado dos Guerreiros Deuses, mas ele não faz questão de perguntar. Vemos um pequeno flashback de quando Shura e Camus lutaram juntos, como Espectros de Hades, e dispararam a Exclamação de Atena em Shaka. Ele diz que apesar de terem renascido novamente, escolheram caminhos diferentes. Andreas observa tudo de seu trono. Os Cavaleiros de Ouro despertam um pedaço da Armadura Divina. Shura ataca com a Excalibur e Camus com a Execução Aurora. Os golpes se chocam e Andreas comemora o confronto entre as Armaduras Divinas. A colisão cria um enorme buraco no local. Surt chega e quer acabar com Shura, que está caído. Camus diz que a luta já acabou e que Shura não pode mais se levantar. De repente, a estátua da Câmara do Gelo é destruída. Camus diz que Shura a todo momento mirou a estátua e não a ele.

Camus volta a lutar como um Cavaleiro de Atena e vence Surt!
Camus volta a lutar como um Cavaleiro de Atena e vence Surt!

De volta a luta entre Hércules e Aldebaran, o Cavaleiro de Ouro sente a colisão dos cosmos de Shura e Camus. Hércules continua atacando, mas Aldebaran não muda sua postura. Utilizando o golpe Tornado Ruota, Hércules finalmente consegue obrigar Aldebaran a utilizar a Armadura Divina. Com um impressionante Grande Chifre, Aldebaran finalmente vence Hércules. Surt dá risada de Shura e diz que a Câmara do Gelo tem um lado escondido, a Câmara das Chamas chamada de Muspelheim. Eis que surge uma nova estátua em meio as chamas. Quando ia dar o golpe final em Shura, Surt é interrompido por Camus, mas isso acabou sendo em vão, pois Surt joga Camus para longe e fere Shura com sua espada. O Cavaleiro de Capricórnio acaba capturado pela Yggdrasil. Neste momento vemos um flashback de quando Camus e Surt treinavam. Camus lembra que Surt era um homem honesto que não permitia nada de errado. Ele entende que o erro que ele cometeu, ao matar sem querer a irmã de Surt, transformou o Guerreiro Deus em uma pessoa cruel. Camus resolve lutar novamente como um Cavaleiro de Atena, mas Surt não se surpreende com isso. Camus diz que se enganou ao pensar que utilizando esta sua nova vida em prol de Surt estaria o ajudando e salvando sua alma. Os dois começam a lutar. Surt lembra que, após a morte da sua irmã, ele se revoltou contra tudo e contra todos, desistindo de se tornar um Cavaleiro de Atena. Utilizando sua espada, ele ataca com o golpe Chama Azul do Ódio. Camus queima o seu cosmo ao máximo, desperta a Armadura Divina e dispara a Execução Aurora, atingindo Surt que é arremessado em cima da Estátua. Em Jotunheim, Hércules é capturado pela Yggdrasil. O Guerreiro Deus se arrepende de ter buscado tanto poder a qualquer custo. Adelbaran consegue salvá-lo, mas acaba pego pela Yggdrasil. Apesar de tudo, Hércules comemora a vitória, afinal Aldebaran não conseguirá destruir a Estátua. O Cavaleiro de Touro dispara então o Grande Chifre contra a Estátua, destruindo-a, mas acaba definitivamente preso pela Yggdrasil. Surt se despede de Camus, aparentemente arrependido. O local começa a desmoronar, junto com a Estátua das Chamas. Shaka chega na Câmara da Luz, Alfheim, e encontra Balder.


Balder de Hraesvelgr enfrenta o Cavaleiro de Ouro Shaka de Virgem!
Balder de Hraesvelgr enfrenta o Cavaleiro de Ouro Shaka de Virgem!

Episódio 8: "Balder! O homem escolhido por deus"

"Barudoru! Kami ni Erabareshi Otoko"

Data original da estreia no Japão: 18 de Julho de 2015; no Brasil: 17 de Julho de 2015

Shaka inicia o combate contra Balder. Ele dispara o Ciclo das Seis Existências, atingindo em cheio do Guerreiro Deus, que viaja pelos seis mundos da vida após a morte que variam de acordo com os pecados cometidos em vida: Inferno, Mundo dos Famintos, Mundo das Bestas, Mundo da Luta, Mundo dos Humanos e o Paraíso. Entretanto, o Guerreiro Deus consegue se livrar do golpe de Shaka, mas em seguida se vê na mão de Buda. Novamente Balder consegue se livrar do poder de Shaka. Utilizando sua espada, ele rompe qualquer ameaça do Cavaleiro de Ouro. Andreas observa com entusiasmo a luta e se refere a Balder como um deus. Shaka fica perplexo ao ver que Balder escapou do seu golpe. Balder mostra arrogância e diz que Shaka não pode feri-lo. O Cavaleiro de Virgem utiliza então o golpe Invocação dos Espíritos Malignos, mas novamente não obtém sucesso. Shaka entende então que está lutando contra um deus. Em Helheim, Dohko enfrenta e vence soldados fantasmas. Em seguida, ele questiona se a garota que está ali no local é mesmo Lyfia. Utgardar interfere e diz que ele será o adversário de Dohko. É o Guerreiro Deus que na verdade está controlando a garota, informando-a que está na hora da sua última missão. Mu começa a ter dificuldades na sua luta contra Fafner, tudo por conta da nova Safira de Odin que o Guerreiro Deus carrega consigo. Mu entende então que foram os experimentos realizados com humanos que tornaram possível a existência das novas pedras. Máscara da Morte surge. Fafner comemora, afinal poderá derrotar dois Cavaleiros de Ouro de uma vez. O Cavaleiro de Câncer ataca com o Ondas do Inferno, enviando Fafner para o Yomotsu Hirasaka, a entrada para o Mundo dos Mortos. Mu segue em frente, confiando que Máscara da Morte cuidará do Guerreiro Deus e destruirá a estátua de Svartalfheim.

Uma espécie de ânfora com um selo prende a divindade que enganou Balder!
Uma espécie de ânfora com um selo prende a divindade que enganou Balder!

De volta a luta entre Shaka e Balder, o Cavaleiro de Ouro segue sem compreender como Balder pode ser um deus. Balder então explica que nasceu em um povoado pobre de Asgard. Ao decorrer do tempo, todos os aldeões ficaram doentes, obrigando-o a ter que trabalhar sozinho. Ao seu lado sempre estava o seu cachorro de estimação. Ele era muito jovem e frágil e por isso não dava conta. Um dia, perante a Estátua de Odin, ele começou a questionar porque nasceu tão frágil. Odin respondeu, dizendo que ele tinha o coração mais gentil e puro, sendo assim iria realizar o seu desejo de ter um corpo forte o bastante a ponto de nada e ninguém neste mundo ter condições de machucá-lo. Shaka refuta, dizendo que um homem não pode se tornar um deus e que ele não usa o seu poder para ajudar os outros. Vemos mais um flashback, desta vez mostrando Balder crescendo com o passar do tempo. Por entender que era um deus, ele acreditava que havia um lugar adequado para alguém com ele. Ele vagou por Asgard por muito tempo, até o seu cachorro morreu, e finalmente encontrou o seu lugar: a Arena de Combate. Ele venceu todos os guerreiros e se tornou o mais poderoso de Asgard. Andreas, quando se tornou representante de Odin, o honrou como um Guerreiro Deus. Balder passou a entender que o campo de batalha é realmente o melhor lugar para o poder de um deus. Shaka afirma que ele não é um deus, apesar de ele ter recebido um poder inigualável de Odin, pois falta-lhe uma coisa, que na verdade lhe foi tirada no momento que ele recebeu este poder. Shaka explica que não foi Odin quem lhe concedeu este poder e sim outro deus (é mostrada uma espécie de ânfora com um selo, onde a tal divindade está presa). Desde que chegou em Asgard, Shaka tentou contado diversas vezes com Atena, que estava presa nos Elíseos. Até que, em um momento, ele finalmente teve a resposta. Não é Odin que está usando Andreas como seu representante.

Shaka retira um dos sentidos de Balder para que ele pare de sentir dor e parta em paz!
Shaka retira um dos sentidos de Balder para que ele pare de sentir dor e parta em paz!

Na beira do Yomotsu, Máscara da Morte percebe que os irmãos de Helena também caminham para a morte, deixando o Cavaleiro de Ouro mais irritado ainda. Fafner explica que eles não estão mortos, pois ainda são importantes para suas experiências. Porém alerta que se ele morrer as crianças morrerão também. Balder fica furioso com tudo o que Shaka disse e o ataca, clamando que o seu poder vem sim de Odin. Shaka percebe que está lutando contra um Guerreiro Deus miserável e diz que sua alma não será salva, ao menos que seja libertado deste feitiço que o prende. Novamente Balder cai na mão de Buda. Fafner avisa que foi um erro trazê-lo para o Mundo dos Mortos, já que seu poder é aumentado por sua Safira de Odin que retira poder dos mortos. O Guerreiro Deus então aplica o golpe Rajadas de Dragonewt e Máscara da Morte cai. As crianças começam a dar apoio para ele, pedindo que ele se vingue pela Helena. Lembrando da garota, o Cavaleiros de Câncer queima o seu cosmo, despertando a sua Armadura Divina. Ele aplica um golpe novo: Mortalha do Inferno, uma variação do Ondas do Inferno, prendendo Fafner para sempre no Mundo dos Mortos, mas sem matá-lo. As crianças são libertadas. Shaka também queima o seu cosmo ao máximo e desperta a Armadura Divina. Ele vence Balder com o Tesouro do Céu. A estátua da Câmara de Luz é destruída em seguida. Balder chora ao perceber que foi derrotado e principalmente enganado. Shaka explica que ele perdeu aquele coração piedoso que tinha. Ao desfazer o poder da entidade maligna, Balder sofre muitas dores em seu corpo. Shaka retira um dos sentidos de Balder, fazendo a sua dor parar. Ele agora pode morrer em paz e sem dor. Balder agradece Shaka. O Cavaleiro de Ouro diz que a morte não é o fim. Máscara da Morte destrói a estátua da Câmara de Sabedoria, mas cai exausto, pedindo desculpas a Mu. Andreas se irrita com tudo o que aconteceu. Saga chega em Niflheim para enfrentar Sigmund.


O Guerreiro Deus Sigmund de Granyl é o irmão do Siegfried de Dubhe!
O Guerreiro Deus Sigmund de Granyl é o irmão do Siegfried de Dubhe!

Episódio 9: "Saga! O laço ardente entre irmãos"

"Saga! Atsuki Kyoudai no Kizuna"

Data original da estreia no Japão: 1 de Agosto de 2015; no Brasil: 31 de Julho de 2015

Sigmund diz que se sente honrado de enfrentar o mais poderosos Cavaleiro de Ouro. O Guerreiro Deus começa logo atacando com sua espada Gram, mas Saga consegue se esquivar. Sigmund conta que cada golpe seu carrega o ódio do seu irmão mais novo, Siegfried. Vemos um flashback do passado, quando Siegfried enfrentou os Cavaleiros de Bronze e se sacrificou para "derrotar" Sorento de Sirene. Sigmund diz que a fonte de todo o mal são os deuses Atena e Poseidon. Dohko continua lutando contra Utgardar e o Cavaleiro de Ouro pede para o Guerreiro Deus contar a verdade sobre Lyfia. Em seguida, o Cavaleiro de Libra acerta um golpe no Guerreiro Deus, fazendo sua máscara cair, revelando seu rosto (ele tem uma marca dos Einherjar também). A Estátua da Câmara dos Mortos acaba destruída com o impacto, embora o impacto do Guerreiro Deus nela não tenha sido grande (parece algo armado). Lyfia sai do transe que estava e começa a se lembrar que foi ela, sob a influência de alguma divindade, que na verdade trouxe os Cavaleiros de Ouro a vida novamente. Andreas fala com ela e confirma que tudo o que ela está lembrando agora é verdade. A garota não se conforma. Aiolia e Frodi continuam luta e o Guerreiro Deus percebe que Aiolia está sendo imune aos seus golpes. O Cavaleiro de Leão diz que um golpe não funciona duas vezes contra um cavaleiro. Frodi então surpreende com o golpe Wildschwein Strahl. Em seguida, ele retira a sua capa e prepara um novo ataque. Entretanto, Aiolia contra-ataca na velocidade da luz com muita precisão, evitando mais uma vez o golpe de Frodi, que fica impressionado e diz que agora entende porque Lyfia leva tanta fé em Aiolia. O Cavaleiro de Ouro fica preocupado ao lembrar que ela está tentando proteger o futuro de Asgard sozinha. Frodi diz que também está preocupado, afinal eles cresceram juntos, apesar das diferenças sociais, porém ela está enganada, na sua visão ela foi confundida por Hilda quando esta ficou doente.

Após ser transformado em um Berserk, Sigmund pede para Saga matá-lo e livrá-lo desta humilhação!
Após ser transformado em um Berserk, Sigmund pede para Saga matá-lo e livrá-lo desta humilhação!

Sigmund continua atacando Saga, que diz que também teve um irmão e entende o que Sigmund está sentindo. Após isso, Saga ataca e acaba destruindo de forma parcial a Robe Divina de Sigmund. Saga se mostra tão poderoso que acaba ferindo até Andreas, que observava a luta através das "peças flutuantes". Andreas não imagina que o poder de Saga era tão grande assim. Saga diz que Sigmund não poderá derrotá-lo com este poder. O Guerreiro Deus está disposto a lutar até o fim para proteger a Câmara da Névoa. Vemos um flashback do passado, com Sigmund com roupas casuais correndo junto de alguns soldados em direção ao local onde ouviu um choque repentino, que inclusive deixou o mar turbulento. Ao longe, ele viu Hilda ser enfeitiçada pelo poder do Anel de Nibelungo. Ele foi inclusive o primeiro a chegar. O cosmo maligno do anel o acertou, o jogando para longe, onde ele inclusive foi atingido por pedras, fazendo a cicatriz em seu rosto. Ele acabou aprisionado por Thor e Shido. Definhando na prisão, ele recebeu a visita de Andreas, um médico da corte. Foi neste momento que ele ficou sabendo que os Guerreiros Deuses, sob a liderança de Hilda, começaram uma luta contra os Cavaleiros de Atena. Seu irmão Siegfried se tornou um Guerreiro Deus, mas acabou morto. Ao visitar o seu túmulo, Sigmund prometeu se vingar. Saga não se importa com nada disso e diz que derrotará Sigmund. O Guerreiro Deus ataca com o golpe Pearl de Briller, enquanto Saga dispara uma poderosa Explosão Galáctica. De repente, um brilho interrompe a luta e parte da Robe Divina de Siegfried cobre Sigmund agora. Sedento por vingança, Sigmund acha que seu irmão o ajudará a dar um último golpe, mas Saga explica que na verdade a Armadura de Siegfried está em lágrimas, tentando mostrar que Sigmund não deve lutar. Uma imagem de Siegfried aparece para Sigmund, recriminando-o. Saga diz que não há mais necessidade de lutar. Sigmund pede perdão para Siegfried. Neste momento, Andreas se irrita e transforma Sigmund em um Berserk, obrigando-o a lutar contra Saga. Sigmund então pede para Saga o matá-lo, já que ele não aceitará tamanha humilhação. Saga reconhece que Sigmund é um guerreiro honrado. Saga queima o seu cosmo, uma imagem do Kanon aparece ao fundo, e ele desperta a Armadura Divina de Gêmeos. Em seguida, ele vence o Berserk com a Explosão Galáctica. Sigmund acaba vivo ainda.

Lyfia acaba morta por Utgardar e se despede de Aiolia de Leão!
Lyfia acaba morta por Utgardar e se despede de Aiolia de Leão!

A luta entre Frodi e Aiolia continua de forma intensa. Frodi percebe que a Estátua da Câmara da Névoa foi destruída, sendo assim a Estátua da Câmara dos Heróis é a única que ainda está de pé. Frodi resiste ao fato de Andreas tentar controlá-lo. Em seguida, Lyfia chega no local e interrompe a luta dos dois. Ela revela que foi ela quem ressuscitou os Cavaleiros de Ouro. Andreas confirma tudo, acrescenta ainda que Lyfia planeja dominar toda a Terra, destruindo a Yggdrasil, e diz para Frodi que agora ele precisa matá-la, caso contrário vai trazer a desgraça até Asgard. "Aquele que ressuscitar os mortos deve pagar com a própria vida": essa é a lei desde os tempos antigos! Frodi lembra de quando eles eram mais jovens, quando ele tinha em mente sempre proteger Lyfia. Ele então tenta atacá-la com sua espada, mas acaba desistindo no meio do caminho. Andreas se irrita. Frodi diz que jamais conseguirá matar Lyfia. A garota diz entender o que fez e então resolve se matar, mas Aiolia a salva. Ela acredite fielmente nesta crença de Asgard. Frodi passa a acreditar em Lyfia, mas Andreas o transforma em um Berserk. Frodi, utilizando sua espada, destrói a Safira de Odin e se desfaz da situação criada por Andreas. Utgardar aparece no local e mata Lyfia. Frodi fica muito irritado. Aiolia lamenta sua morte, enquanto a garota se despede dele. Andreas fala aos Cavaleiros de Ouro restantes que Lyfia está morta, portanto agora Asgard está salva. Andreas ordena que Utgardar derrote Aiolia, mas Frodi se coloca no caminho e diz que vai lutar contra aquele que tirou a vida de Lyfia. Ele pede para Aiolia seguir em frente.


Frodi vence Utgardar, mas ainda há algo misterioso no Guerreiro Deus de Garm!
Frodi vence Utgardar, mas ainda há algo misterioso no Guerreiro Deus de Garm!

Episódio 10: "Batalha decisiva! Aiolia vs Andreas"

"Kessen! Aioria tai Andoreasu"

Data original da estreia no Japão: 15 de Agosto de 2015; no Brasil: 14 de Agosto de 2015

Aiolia chega no topo da Yggdrasil, onde Andreas está em seu trono. O Cavaleiro de Leão chega atacando com a Cápsula do Poder, que nada faz contra Andreas. O líder de Asgard diz que não há motivos para lutar, afinal Lyfia, a origem de todo mal, foi eliminada. Aiolia diz acreditar nas palavras de Lyfia e avisa que vai derrotar Andreas e seu plano maligno. Ele queima o seu cosmo e a Armadura Divina surge. Em seguida, ele dispara o Relâmpago de Plasma, mas Andreas utiliza raízes da Yggdrasil para conter o golpe. Em Vanaheim, Frodi começa a lutar contra Utgardar, mas a princípio leva desvantagem contra a espada Dainsleif daquele que matou Lyfia. Frodi diz que a verdadeira identidade de Utgardar sempre foi um mistério para ele, mas não podia imaginar que eles poderiam ter semelhanças de sangue. Utgardar diz que suas linhagens são de trevas (ele) e luz (Frodi). A luta prossegue com Utgardar disparando o golpe Lobos da Alucinação. O golpe é repelido por Frodi, que deseja derrotar o outro Guerreiro Deus e depois confrontar Andreas sobre a verdade do que está acontecendo em Asgard. Em seguida, Utgardar parte para o ataque, contudo, jogando Frodi para fora da Câmara dos Heróis. Enquanto está caindo, Frodi sente a "voz" de Asgard que Lyfia tinha dito, clamando ajuda. Ele invoca a espada Sieg Schwert, que o ajuda sair desta situação. Frodi volta para a Câmara dos Heróis e a luta prossegue, desta vez com um Frodi mais determinado a lutar pelo o que é certo. Utgardar diz que ele não chegará a lugar algum, mesmo com esta determinação, e destrói parte da Robe Divina de Frodi. O Guerreiro Deus de Gullinbursti então utiliza o cosmo que resta para disparar um poderoso golpe que cria um buraco estranho na região da barriga de Utgardar. A estátua da Câmara dos Heróis é destruída com o impacto do golpe.

Aiolia de Leão é o primeiro a chegar no topo da Yggdrasil para confrontar Andreas!
Aiolia de Leão é o primeiro a chegar no topo da Yggdrasil para confrontar Andreas!

De volta a luta entre Aiolia e Andreas, o golpe do Cavaleiro de Ouro não causou ferimentos em Andreas. Neste instante, o líder de Asgard percebe que todas as estátuas foram destruídas. Aiolia diz que agora o fruto do mal deixará de crescer. Entretanto, Andreas mostra que isso não é verdade, pois ele passou a utilizar o poder das Armaduras de Ouro já capturadas para intensificar e agilizar o processo. Foi por isso que os Cavaleiros de Ouro reviveram, para que o fruto se libertasse. Andreas diz que Lyfia foi sua marionete, irritando Aiolia, que já não está mais com forças para manter a Armadura Divina. O Cavaleiro de Leão se lembra do que seu irmão tinha dito sobre Asgard e sobre a Yggdrasil. Andreas fica intrigado e mostra que a Armadura de Sagitário já foi capturada também. Ele conta do seu encontro com Aiolos, o primeiro a reviver e lutar contra ele. Andreas ataca Aiolia novamente, mas Mu chega e defende com a Muralha de Cristal. Dohko também chega no local e dispara o Cólera do Dragão, anulando o golpe de Andreas. Mu e Dohko resolvem lutar juntos. Neste momento ele tem uma memória de quando lutou junto de Shion de Áries na última Guerra Santa. Mu dispara a Revolução Estrelar e o Dohko o Cólera dos Cem Dragões. Saga de Gêmeos chega para ajudar e já dispara a Outra Dimensão, porém Andreas consegue de forma incrível conter os golpes. Saga pede para Aiolia não lutar. Dohko concorda e diz que ele está muito "esquentado". Dohko pergunta para Mu se a Yggdrasil é controlada pela vontade de Andreas. O Cavaleiro de Áries responde que sim e que se eles derrotarem Andreas, o crescimento do fruto do mal irá ser interrompido. Os três resolvem atacar juntos. Desta vez os ataques dão certo e Andreas acaba sendo atingido. O seu olho esquerda começa a doer e ele se lembra que foi ferido por Aiolos. Com isso seu poder está limitado. Andreas se pergunta se a flecha de Sagitário não foi apenas uma distração. Dohko percebe a limitação de Andreas e pede para Mu e Saga atacarem novamente.

Os Cavaleiros de Ouro utilizam as Armaduras Divinas e disparam um poderosa Exclamação de Atena!
Cavaleiros de Ouro utilizam as Armaduras Divinas e disparam um poderosa Exclamação de Atena!

Os três Cavaleiros de Ouro atacam mais uma vez, mas Andreas consegue se defender da forma que pode. Um cosmo estranho começa a consumir Andreas. Ele é consumido por um ser maligno, que o faz arrancar uma espécie de flecha fantasma de Sagitário do seu olho. Trata-se na verdade de um deus. Mu pergunta se é Odin, mas Dohko diz que não, que se trata de um deus falso. A feição de Andreas muda e agora ele tem um poder muito maior, atacando de forma violenta os Cavaleiros de Ouro. Dohko é capturado pelas raízes da Yggdrasil. O Cavaleiro de Libra pede para Mu e Saga utilizarem seus poderes com sabedoria, pois já estão no limite, assim como ele. Shaka de Virgem chega para ajudá-los. Com o Tesouro do Céu ele liberta Dohko. Shaka revela que o deus falso que está querendo controlar Asgard é Loki. O Cavaleiro de Ouro queima o seu cosmo e desperta a Armadura Divina, dizendo que vencerá Loki. Shaka tira os cinco sentidos de Loki/Andreas, mas o deus se livra facilmente do golpe e ataca Shaka, prendendo-o nas raízes em seguida. Shaka acaba sendo pego pela Yggdrasil, mas ele estava apenas ganhando tempo para que Mu, Saga e Dohko entrassem na formação da Exclamação de Atena. Após utilizarem a Exclamação de Atena, os três também morrerão e só sobrará Aiolia. Eles queimam o seu cosmo e despertam as Armaduras Divinas. Será uma Exclamação de Atena potencializada pelo poder das Armaduras Divinas. Loki se diz invencível, mas o poder da Exclamação de Atena é devastador. O corpo de Andreas pereceu, mas Loki conseguiu escapar. O fruto da Yggdrasil não parou de crescer e mais uma vez captura Mu, Saga, Dohko e também Aiolia.


O deus nórdico Loki finalmente surge como o verdadeiro vilão em Asgard!
O deus nórdico Loki finalmente surge como o verdadeiro vilão em Asgard!

Episódio 11: "Ressureição! Loki, o Deus Maligno de Asgard"

"Fukkatsu! Asugarudo no Jashin Roki"

Data original da estreia no Japão: 29 de Agosto de 2015; no Brasil: 28 de Agosto de 2015

O resumo deste episódio será disponibilizado em breve!


Aiolia veste a Armadura de Odin para enfrentar o deus Loki!
Aiolia veste a Armadura de Odin para enfrentar o deus Loki!

Episódio 12: "Nascimento! A sagrada lança de Gungnir"

"Tanjo! Jingi Gunguniru no Yari"

Data original da estreia no Japão: 12 de Setembro de 2015; no Brasil: 11 de Setembro de 2015

O resumo deste episódio será disponibilizado em breve!


Lyfia revelou-se como a representante do deus Odin!
Lyfia revelou-se como a representante do deus Odin!

Episódio 13: "Que nossas preces sejam ouvidas! Eterna Lenda Dourada"

"Todoke Warera no Omoi! Eien no Ougon Densetsu"

Data original da estreia no Japão: 26 de Setembro de 2015; no Brasil: 25 de Setembro de 2015

O resumo deste episódio será disponibilizado em breve!


voltar para o topo da página

última atualização realizada em: 22/02/2018