Generais Marinas -> Generais Marinas

Personagens

Introdução

Poseidon, o Imperador dos Mares, lutou contra Atena pela posse das terras Áticas e acabou sendo aprisionado pela deusa logo após a Guerra Santa, ocorrida há milhares de anos. O Templo Terrestre de Poseidon, localizado no Cabo Sunion, também foi desgastado pelo tempo, mantendo apenas restos de suas ruínas. A prisão cavada no despenhadeiro do Cabo era reservada para prisioneiros de guerra, mas também acabou esquecida pela humanidade, junto com as lembranças da existência de um Imperador dos Mares.

Entretanto, quando Kanon, o irmão gêmeo de Saga da constelação de Gêmeos, aprisionado há tempos nessa prisão do Cabo Sunion, encontra o caminho que o leva ao Templo Submarino de Poseidon, as coisas mudam de figura. No Templo Submarino, estão guardados a ânfora no qual a alma de Poseidon foi aprisionada e as Escamas (armaduras também chamadas de Scales) dos Sete Generais Marinas.

Thetis de Sereia
Thetis de Sereia
Bian de Cavalo Marinho
Bian de Cavalo Marinho
Io de Scylla
Io de Scylla
Krishna de Chrysaor
Krishna de Chrysaor
Kasa de Lymnades
Kasa de Lymnades
Isaak de Kraken
Isaak de Kraken
Sorento de Sirene
Sorento de Sirene
Kanon de Dragão Marinho
Kanon de Dragão Marinho


Escamas

Escamas é a denominação das armaduras usadas pelos Marinas, guerreiros incumbidos da proteção de Poseidon. Dizem que as Escamas dos Sete Generais Marinas são tão poderosas quanto as Armaduras dos Cavaleiros de Ouro. De falo, a Escama do Sorento de Sirene mostrou-se indestrutível diante do Grande Chifre, golpe secreto de Aldebaran de Touro (mangá), e diante de Siegfried de Dubhe (anime). Inicialmente, as Armaduras dos Cavaleiros de Atena foram criadas exatamente para combater os Marinas e suas Escamas. Naquela época, a humanidade não possuía armas capazes de atravessar as poderosas Escamas, feitas do misterioso metal Oricalco (tipo de metal que era utilizado em Atlântida, citado em "Crítias", de Platão) e nem tinham habilidades de luta para enfrentar os Marinas que as vestiam. As Armaduras de Atena foram desenvolvidas para combatê-los, o que resultou no nascimento dos Cavaleiros de Atena para as vestirem.

Kanon acabou encontrando as Escamas atravéz de um acesso pelo Cabo Sunion!
Kanon acabou encontrando as Escamas atravéz de um acesso pelo Cabo Sunion!

Visão Geral do Templo Submarino!

Templo Submarino

O Templo Submarino de Poseidon está localizado sob o Mar Mediterrâneo e é formado por sete pilares, cada um representando um dos oceanos, sendo que a função de cada pilar é justamente sustentar o respectivo oceano. Ao centro temos o Grande Suporte Principal, que sustenta todo o complexo. É um local praticamente impenetrável, sendo que é necessário destruir os outros pilares para enfraquecê-lo.

Em épocas mitológicas, Poseidon utilizava o continente de Atlântida, no Oceano Atlântico, para reinar, mas devido as inúmeras batalhas contra os Cavaleiros de Atena, o local cabou destruído.

Mapa (mangá)
Mapa (mangá)
Divisão dos oceanos
Divisão dos oceanos
Grande Suporte Principal
Grande Suporte Principal

Pilares

Cada pilar tem como guardião um General Marina. Os pilares são:

  • Pacífico Norte: protegido pelo Bian de Cavalo Marinho, foi destruído por Seiya de Pégaso utilizando o Escudo de Libra
  • Pacífico Sul: protegido pelo Io de Scylla, foi destruído por Shun de Andrômeda utilizando a Barra-Dupla de Libra
  • Atlântico Norte: protegido pelo Kanon de Dragão Marinho, foi destruído por Ikki de Fênix utilizando o Escudo de Libra
  • Atlântico Sul: protegido pelo Sorento de Sirene, foi destruído por Shun de Andrômeda utilizando a Barra-Tripla de Libra
  • Ártico: protegido pelo Isaak de Kraken, foi destruído por Hyoga de Cisne utilizando o Tonfa de Libra
  • Antártico: protegido pelo Kasa de Lymnades, foi destruído por Ikki de Fênix utilizando o Tridente de Libra
  • Índico: protegido pelo Krishna de Chrysaor, foi destruído por Shiryu de Dragão utilizando a Espada de Libra

Pacífico Norte
Pacífico Norte
Pacífico Sul
Pacífico Sul
Atlântico Norte
Atlântico Norte
Atlântico Sul
Atlântico Sul
Ártico
Ártico
Antártico
Antártico
Índico
Índico

Soldados

Os soldados rasos de Poseidon também são conhecidos como marinas e eles são encarregados de ajudar a proteger o Templo Submarino. Eles são liderados pelos Generais Marinas e tem autonomia para utilizarem armas. Todos eles possuem escamas padrão, cuja proteção é bem simples. Tivemos aparições de vários grupos de soldados durante a série clássica: junto com Kanon de Dragão Marinho, logo que Seiya e Shun chegam ao Templo Submarino; nos arredores do Pilar do Pacífico Norte, atacando Seiya; um grupo tenta sequestrar Saori na Mansão Kido (apenas no mangá); um grande grupo aparece ajoelhado perante Poseidon, quando o deus segura Saori no colo, em frente ao seu templo.

Grupo ajoelhado perante Poseidon
Grupo ajoelhado perante Poseidon
Grupo do Kanon de Dragão Marinho
Grupo do Kanon de Dragão Marinho
Grupo do Pacífico Norte
Grupo do Pacífico Norte

Mitologia

Diferente dos Cavaleiros de Bronze, que são escolhidos entre vários candidatos e qualificados após duro treinamento, os Marinas são guerreiros do mar escolhidos pela própria Escama. O perfil de quem é escolhido para ser um Marina é variado - desde estudantes de música até ex-candidatos a Cavaleiro de Atena. Quando eles pressentem a ressurreição de Poseidon, juntam-se no Templo Submarino, a fim de receber as suas Escamas. Além do título de Marina, esses guerreiros compartilham de um dos grandes ideais de Poseidon, que é "purificar a face terrestre". A fidelidade cega que têm em relação à Poseidon é a fonte de toda a força dos Marinas. Na mitologia grega, Poseidon é um dos Doze Deuses do Olimpo e irmão de Zeus, dotado de grande poder e conhecido por ter originado vários monstros mitológicos. Todos esses monstros são representados como símbolos nas Escamas, mas há suposições de que foram essas figuras que serviram de inspiração posteriormente para as lendas mitológicas. Tanto Hades quanto Poseidon foram despertados cerca de 200 anos antes do previsto, o que pode tê-los enfraquecido. Isso explicaria por que eles acabaram aprisionados novamente por Atena, sem ao menos revidar com seus verdadeiros poderes. Entretanto, dizem que, quando Poseidon despertar novamente, haverá um novo capítulo na mitologia.



voltar para o topo da página

última atualização realizada em: 28/04/2017