Hipermito

+ Histórias
Saint Seiya Cosmo Special!

"Saint Seiya Cosmo Special"

Lançamento no Japão: 10 de Agosto de 1988
Preço: 280 Yen

Introdução

O Hipermito foi originalmente publicado nas páginas da revista japonesa Cosmo Special, traz detalhes importantes que ajudam na compreensão da origem dos Cavaleiros do Zodíaco e alguns fatores nunca explicados no mangá e no anime. Por ter sido publicado antes da Saga de Hades, Episódio G e outras sagas, alguns itens do Hipermito serviram de base para estas sagas, quando elas foram finalmente criadas.


A era da criação do universo

"O grande Deus do tempo: Cronos"

De acordo com o Hipermito, Cronos está vinculado diretamente ao ser que deu início ao Big Bang, consequentemente ao nascimento do Universo. De acordo com a mitologia, Cronos é o pai de Zeus!!!


Big Bang

Big Bang

"O mistério que existiu antes do Big Bang (Grande Explosão)"

O começo do Hipermito é o Big Bang. Como era o universo antes disso? Qual a sua ligação com o Hipermito? Hoje em dia ninguém no mundo sabe algo sobre o Big Bang!!!


O Nascimento do Universo

O Nascimento do Universo

"A Suprema Virtude movimenta o Universo"

Big Will (Suprema Virtude) foi criada devido ao Big Bang, expandindo-se como feixes de luz que formaram as estrelas que brilham no céu e os planetas. Estes deram forma ao Universo que vivemos hoje. Mas qual seria a origem da Suprema Virtude?


O Nascimento da Vida

"O nascimento da vida"

Segundo o Hipermito, um raio de luz da Suprema Virtude se transformou no planeta Terra, que criou o seu solo (Gaia), céu (Urano) e os oceanos (Pontos), antes do surgimento da vida. Esta vida se criou, mais tarde, da imagem e semelhança da energia da Suprema Virtude e assim nasceu o ser humano.


A era dos deuses

"Zeus, Poseidon e Hades"

Visto que a humanidade se tornou numerosa, alguns seres começaram despertar a Suprema Virtude. A descoberta do alvorecer do cosmo deve-se ao sétimo sentido e a descoberta da Suprema Virtude só é possível a quem possui o oitavo e nono sentido. Consequentemente, três homens apareceram e mostraram-se capaz de despertar a Suprema Virtude, tornando-se poderosos e imortais. Eles são: Zeus, Hades e Poseidon. Considerados como deuses pela humanidade, cada um desenvolveu seu território. Zeus fez de seu reino a terra e o céu, Poseidon os oceanos e Hades o plano dimensional aonde as almas vão após a morte.


A mitologia mundial e o Hipermito

A mitologia mundial e o Hipermito

Na época do Hipermito, diferentes deuses apareciam em vários mitos no mundo. Eles são os seres humanos que podem mostrar a Suprema Virtude em si próprios. Por isso, não tome como base a mitologia grega e sim o Hipermito.



O nascimento de Atena

De acordo com a mitologia grega, Atena nasceu da cabeça de Zeus, mas o Hipermito não dá detalhes precisos deste nascimento. Embora, exista uma teoria que diga sobre o assunto, uma verdadeira missão surgiu no nascimento da deusa Atena!


Atena possui uma armadura?

Atena possui uma armadura?

Segundo a mitologia grega, Atena nasceu com uma lança e um escudo, além de um elmo e uma armadura. Caso o fato seja verdadeiro, com certeza em breve ela deverá utilizar a sua armadura!




O desaparecimento de Zeus

O desaparecimento de Zeus

"Onde está Zeus?"

Sabe-se que um dia Zeus confiou a terra à Atena e desapareceu partindo para uma extremidade profunda do céu. O Deus onipotente desapareceu de repente? Zeus: por que ele sumiu? Por que ele deixou a terra para Atena? Qual o verdadeiro objetivo dele? No Hipermito, a existência de Zeus está cercada de inúmeros mistérios que se forem solucionados, permitirão desvendar o verdadeiro Hipermito.


Poseidon inicia os preparativos para invadir a terra

Poseidon inicia os preparativos para invadir a terra

"O deus dos mares: Poseidon!"

Poseidon, sabendo do desaparecimento de Zeus, decide dominar a terra e começa a se preparar para vencer Atena. Ele reune os mais poderosos guerreiros do sete mares, nomeados mais tarde de Marinas. Poseidon estabeleceu um reino submarino, mas sempre sonhou em dominar a terra. De acordo com a mitologia grega, Poseidon teve o talento para criar todas as classes de seres vivos. Esta pode ser uma maneira interpretar a criação das escamas (scales) para seus guerreiros.


A invasão da terra por Poseidon

A invasão da terra por Poseidon

"A primeira Guerra Santa!"

O deus dos mares, Poseidon, desejando torna-se o deus da terra, começou a invadir a superfície, território de Atena. Os soldados da terra eram impotentes perto do poder invencível dos marinas (guerreiros de Poseidon). Sabe-se que Hades observou toda a guerra do fundo do mundo dos mortos.


Atlântida, a fortaleza finalmente é terminada!

Os guerreiros invencíveis: os Marinas!

As armaduras que vestem os marinas são chamadas de Escamas. São feitas de Oricalco e nenhuma arma da terra poderia vencê-las. Como nenhuma arma da terra permitia os guerreiros se protegerem dos golpes dos Marinas, os guerreiros da terra morreram diante os Marinas.



Atlântida, a fortaleza finalmente é terminada!

Atlântida, a fortaleza finalmente é terminada!

Poseidon estabelece sua base para a invasão da terra, uma enorme fortaleza em pleno Oceano Atlântico, na cidade de Atlântida. Após a construção desta fortaleza, a invasão de Poseidon foi feita de forma mais intensa. Devido ao seu tamanho colossal, Atlântida ficou conhecida como a "fortaleza continental". O poder de defesa era imenso, com dezenas de milhares de soldados. Sua existência é contada na história até hoje, como o famoso continente perdido de Atlântida.




As armaduras são baseadas nas constelações?

As armaduras são baseadas nas constelações?

As 88 constelações que brilham no céu surgiram de acordo com o desejo de Atena e são estas constelações que as armaduras são baseadas. Com isso, os Cavaleiros só podem vestir uma armadura referente à sua constelação protetora.



As armaduras

As armaduras

Os alquimistas do continente de Mu construíram as armaduras que protegem os Cavaleiros de Atena. As armaduras podem se auto curar pois foram desenvolvidas com Oricalco, Gamânio e pó das estrelas. Em caso de danos menores, as armaduras devem ficar guardadas na Caixa de Pandora (caixa das armaduras) aonde irão se recuperar sozinhas.


A derrota de Poseidon

Devido o nascimento dos Cavaleiros, a situação da guerra mudou e Atena tentava convencer Poseidon para que ele deixasse suas ambições de lado e voltasse para seus oceanos. Mas Poseidon ignorou o pedido de Atena e as lutas continuaram em Atlântida, causando terremotos e maremotos que inundaram toda a terra. Apenas Noé, sua família e sua Arca (repleta de animais de diversas espécies) se salvaram. O grande número de mortos causou a ira de Atena que enviou oito Cavaleiros de Atena até Atlântida. Depois de um duro combate, os Cavaleiros saíram vitoriosos e destruíram Atlântida.


A origem dos Blue Warriors (Guerreiros Azuis)

A origem dos Blue Warriors (Guerreiros Azuis)

Após ter vencido Poseidon, Atena selou sua alma e enviou-a para o Pólo Norte. Escolheu vários Cavaleiros para vigiá-la. Estes cavaleiros criaram um reino nestas terras, onde mais tarde renunciaram ao cargo de cavaleiros de Atena e se tornaram os Guerreiros Azuis (Blue Warriors).





A origem dos Blue Warriors (Guerreiros Azuis)

O nascimento do Santuário

Passaram-se sete gerações após a primeira Guerra Santa, Atena construiu o seu templo perto da atual cidade de Atenas. As doze casas do Zodíaco foram construídas logo em seguida e em torno do templo, que ficou conhecido como Santuário.





O que são Guerras Santas?

O que são Guerras Santas?

Após a invasão da terra por Poseidon, toda guerra que confronta as forças que despertaram a Suprema Virtude é chamada de Guerra Santa. Quando o mal chega ao Mundo, com Atena renascida na terra e sob as ordens do Grande Mestre, os Cavaleiros se reúnem no Santuário. As Guerras Santas acontecem a cada 250 anos em média.



A era do Caos

"Os combates contra os Gigas: a Gigantomaquia (a batalha contra os gigantes)"

Depois que os Cavaleiros de Atena terminaram muitas Guerras Santas, eram os Gigas, uma raça de gigantes, que ameaçavam o Santuário. A existência destes gigantes continua sendo duvidosa e suas origens são desconhecidas ainda. Seu poder de batalha excedeu ao dos Cavaleiros. Acredita-se que tenha sido Hades ou Zeus que trouxeram estas criaturas ao universo, anteriormente ao Big Bang. A batalha contra ao Gigas não é considerado uma Guerra Santa e é chamada Gigantomaquia.


Batalha contra gigantes

De acordo com a mitologia grega, o Gigantomaquia é a guerra com os gigantes enviados em segredo pela deusa terra, Gaia, em uma caverna do norte da Grécia, na frente de Zeus e de todos os deuses do Olimpo. O que é mais interessante é que o último dos gigantes morto foi Encélado, cortado por Atena nesta mesma mitologia grega.


O fim do continente de Mu

O fim do continente de Mu

Ao mesmo tempo, a terra original das armaduras, o continente de Mu, afundou e foi parar no fundo do Oceano Pacífico. Muitas armaduras e alquimistas foram perdidos dentro das construções durante esta catástrofe. A razão desta tragédia é desconhecida ainda.


A origem do Cavaleiro de Ouro de Áries

Devido à perda do continente de Mu, das armaduras em produção, assim como as técnicas para repará-las foram perdidas, o único que pode reparar armaduras hoje em dia é Cavaleiros Dourado que vive em Jamiel, Mu de Áries. Existe uma teoria que diz que Mu seria um descendente do continente de Mu...

Obs.: O nome do continente é Mu mesmo, o que provavelmente inspirou o nome do atual Cavaleiro de Áries, Mu.


A guerra contra Ares

A guerra contra Ares

Entre todas as Guerras Santas, a que foi contra o deus da guerra Ares foi de longe a mais dura para os Cavaleiros. Dizem que Ares é o mais violento de todos os deuses. Ele plantou as sementes de conflito por todo o mundo e inspirou as guerras na humanidade. A armada de Ares foi dividida em quatro exércitos: a do "fogo", a do "chama", a do "desastre" e do "terror". Eram compostos de soldados sanguinários e destrutivos, sendo conhecidos como Berserkers (soldados dementes que prolongam a destruição e a morte além de seus limites).


Hades e Ares

De acordo com a mitologia grega, Hades estava um pouco relacionado a numerosos deuses, o que incluía o cruel Ares. As numerosas mortes resultantes das guerras causadas por Ares se tornavam habitantes do mundo dos mortos de Hades. Ao que parece Hades tinha participação ativa nos conflitos entre Atena e Ares.


Os Cavaleiros em perigo

Diz-se que as batalhas entre os quatro exércitos de Ares e os Cavaleiros de Atena pareciam sem fim. A história diz que 58 Cavaleiros participaram deste conflito, aquele era o número total dos cavaleiros nesse tempo (mesmo na era atual, nunca foi obtido o numero de 88 cavaleiros sendo que existiam armaduras que nunca tiveram seus donos), mas a ação dos cavaleiros de bronze, prata e ouro eram inúteis, pois a batalha se seguiu com essa desvantagem e os Cavaleiros de Atena caíram pouco a pouco sob os golpes violentos dos Berserkers.


Os Cavaleiros desconhecidos

Reconhece-se que sem dúvida o número total de cavaleiros é de 88, mas os mistérios relativos à sua distribuição ainda existem. Os cavaleiros de ouro têm por constelações o zodíaco, que são 12. Os Cavaleiros de prata são o dobro, 24, e consequentemente são 48 cavaleiros de bronze. Essa é a estrutura conhecida, mas se estes números forem somados, se obtém 84. Então quem são os outros quatro cavaleiros...?


A derrota de Ares

Atena autorizou o Cavaleiro de Libra a usar suas armas contra os exércitos de Ares. Diz-se que os cavaleiros que recebiam as armas de Libra eliminavam os Berserkers rapidamente e Ares, que havia perdido seu exército, se refugiou para o mundo dos mortos.


A Armadura de Libra

A Armadura de Libra

Quando desmontada, a armadura de ouro de Libra se converte em doze armas distribuídas em seis categorias diferentes. Mas os cavaleiros que devem dar seus corpos como armas não têm o direito de usar armas. Os cavaleiros não podem usá-las a não ser que Atena e o cavaleiro de Libra reconheçam como justo seu uso. O que não se afirma nas últimas guerras santas. O conflito contra os Berserkers é o único exemplo confirmado do uso das armas da armadura de Libra.


A era dos humanos

"A descoberta da Ilha da Rainha da Morte"

Um dia, um cavaleiro descobriu uma ilha situada exatamente na parte de baixo do Equador e uma quantidade enorme de caixas de armaduras de um formato que nunca tinha visto. Esta ilha onde dormiam e estavam às caixas de armaduras é uma parte do continente de Mu que foi perdido, mais tarde sendo chamada como a Ilha da Rainha da Morte.


As Armaduras Negras

As Armaduras Negras

Diz-se que entre as caixas das armaduras descobertas na Ilha da Rainha da Morte estavam às armaduras negras. Nenhum cavaleiro quis utilizar as armaduras negras. Logo, diz-se que os soldados rejeitados como cavaleiros e os soldados que obtiveram uma força superficial sem poder para se transformar em cavaleiros, reuniram-se na Ilha da Rainha da Morte e usaram estas armaduras.


A Ilha da Rainha da Morte

Atena, que desaprovava os cavaleiros negros que usavam o poder dos cavaleiros com propósitos egoístas e pessoais, isolou a Ilha da Rainha da Morte, selando-a assim. A existência de mais cavaleiros negros não foi verificada até que Ikki quebrou este isolamento.


O mistério da máscara de Guilty

O mistério da máscara de Guilty

A Ilha da Rainha da Morte foi selada e protegida por um cavaleiro de poder incomensurável. Este cavaleiro tinha que usar uma máscara e lutar contra os cavaleiros negros que quisessem quebrar o selo.



O primeiro homem que utiliza a Armadura de Fênix

Aquele que conquistar a mais poderosa armadura de bronze, a armadura de Fênix, deve ter o cosmo que possa desencadear o poder desta armadura. E para isso, se dizia que nunca uma pessoa seria digna desta armadura. Aparentemente um erro, há um homem digno para levá-la e ele apareceu. Este homem é Ikki, o primeiro a utilizar a armadura de Fênix.


A última Guerra Santa

A guerra Santa mais recente foi há 243 anos. Neste tempo, se dizia que havia 79 cavaleiros, o maior número de cavaleiros reunidos da história estava presente, mas não houve muitos sobreviventes no fim desta guerra e somente o cavaleiro de libra, Dohko dos cinco picos de Rozan, que é o que ainda vive no tempo atual. Diz-se também que nesta guerra Santa foi um conflito duro onde quase todos os cavaleiros acabaram mortos, o sinal precede que uma guerra Santa deve aparecer. Quando será esta próxima guerra Santa?


A vigília de Dohko

A vigília de Dohko

Graças ao grande sacrifício de numerosos cavaleiros, na guerra Santa precedente, Dohko mal chegando à superfície da terra e ao término dos agradecimentos a Atena, que trancou e selou os espíritos malignos, ele já foi requisitado para vigiar estes espíritos malignos, já que era um cavaleiro que sobreviverá a guerra Santa anterior. Quando se considera o poder de Dohko e do fato desta missão ter lhe sido confiada, é obvio que deve ser dito que estes espíritos malignos são muito poderosos.


A purificação do Santuário

A purificação do Santuário

Atena (Saori Kido), a fim de limpar o mal que existia no Santuário, o atacou com cinco cavaleiros de bronze para purificá-lo.






O antigo Mestre do Santuário

O antigo Mestre do Santuário

O antigo Mestre do Santuário, que lutou junto de Dohko na Guerra Santa precedente, foi morto por Saga, que tomou seu lugar, enganando todo mundo.


Os Cavaleiros de Ouro aliados a Saga

Os Cavaleiros de Ouro aliados a Saga

O que é interessante na purificação do Santuário por Atena é que havia cavaleiros do ouro que seguiam o grande mestre mesmo sabendo que o mesmo era maligno. Os Cavaleiros de Atena, os guerreiros que protegem a justiça e que pensam que "a força é a justiça" são bastante anormais. Será que alguém havia plantado as sementes de mal?



voltar para o topo da página

última atualização realizada em: 23/01/2017