Saga do Santuário

Mangás

Introdução

Saga do Santuário

O mangá dos Cavaleiros do Zodíaco começou a ser publicado nas páginas da revista japonesa Weekly Shonen Jump, da Editora Shueisha, no dia 3 de Dezembro de 1985 (o primeiro anúncio aconteceu no dia 26 de Novembro de 1985, também na Weekly Shonen Jump). Os capítulos eram publicados de forma semanal, sendo que a Saga do Santuário possui 46 capítulos (término em Março de 1988).

No Brasil, o mangá foi lançado inicialmente pela Conrad Editora entre Novembro de 2000 e Agosto de 2002, totalizando 22 volumes. Depois foi relançado pela própria Conrad Editora entre Junho de 2004 e Junho de 2005, com os mesmos 22 volumes. Já em 2012, a Editora JBC licenciou o mangá e o lançou no formato idêntico ao japonês, desta vez com 13 volumes entre Janeiro de 2012 e Fevereiro de 2013.


A Amazona de Prata Marin de Águia é a mestra de Seiya!
A Amazona de Prata Marin de Águia é a mestra de Seiya!

Capítulo 1: "Os Cavaleiros de Atena"

"Atena no Seinto"

Lançamento em tankobon no Japão: 10 de Setembro de 1986; no Brasil: Janeiro de 2012 (Editora JBC)

Dois turistas estão visitando a Acrópole (região de ruínas de templos próxima à cidade de Atenas). Encantados com as maravilhas do local eles veem uma luz e acham que é uma estrela cadente, mas é o aprendiz de cavaleiro Seiya, que voa longe com um golpe de sua mestra, Marin. Ele pede para os turistas fugirem antes que ela chegue. A amazona (nome dado aos cavaleiros do sexo feminino) chega e continua lutando com Seiya, que insiste em dizer que já está pronto para enfrentar Cássios. Marin avisa Seiya que ela só terá certeza que ele pode derrotar Cássios se ele demonstrar que pode vencê-lo. Então Seiya aumenta o seu cosmo e abre uma cratera no chão. Confiantes, os dois vão embora. Os dois turistas ficam espantados com o poder deles. Em Atenas, um velho padre explica sobre a existência dos Cavaleiros do Zodíaco e, que desde a antigüidade, eles protegem Atena nas guerras contra os deuses. Seiya vai enfrentar Cássios e, ao iniciar a luta, o gigante aprendiz de cavaleiro agarra Seiya e promete arrancar a sua orelha, mas é Seiya quem arranca a orelha do Cássios. Durante o decorrer da luta, Seiya lembra de momentos do treino dele com Marin, inclusive as explicações sobre o Cosmo e os Átomos. No final, Seiya pergunta para Cássios se ele já sentiu o cosmo e fala que vai fazer uma demonstração para ele. Seiya derrota Cássios com os Meteoros de Pégaso.


Seiya torna-se o Cavaleiro de Bronze de Pégaso ao vencer Cássios!
Seiya torna-se o Cavaleiro de Bronze de Pégaso ao vencer Cássios!

Capítulo 2: "Armadura de Pégaso"

"Pegasasu no Kurosu"

Lançamento em tankobon no Japão: 10 de Setembro de 1986; no Brasil: Janeiro de 2012 (Editora JBC)

Seiya conquista a armadura de bronze de Pégaso, porém ele é avisado pelo Grande Mestre que ele não pode usar a armadura em benefício próprio. No alojamento dos cavaleiros, Marin explica para Seiya a história da urna das armaduras e sobre a relação dela com a Caixa de Pandora. Os soldados de Shina de Cobra (mestra de Cássios) invadem o quarto de Seiya e Marin, mas neste momento eles já fugiram. Marin esta levando Seiya para fora do Santuário, só que Shina aparece e diz que a armadura pertence a um grego e não a um oriental e por isso essa armadura pertence a Cássios. Marin avisa Seiya que ele mesmo terá que enfrentar Shina sozinho. A princípio, Seiya foge, mas quando ele veste a armadura, por um momento quase acerta Shina que mesmo assim continua a acertá-lo. Shina e Marin falam que sem ele queimar o cosmo, a armadura é só um peso a mais para o cavaleiro, então Seiya queima o seu cosmo ao máximo e derrota os soldados de Shina e parte a máscara dela ao meio, vendo o seu rosto. Marin leva Seiya até as montanhas que divide o Santuário de Atenas e Seiya pede que da próxima vez, Marin revele o seu rosto para ele.


Saori Kido organizará a Guerra Galáctica e premiará o vencedor com a Armadura de Ouro!
Saori Kido organizará a Guerra Galáctica e premiará o vencedor com a Armadura de Ouro!

Capítulo 3: "Armadura de Ouro"

"Gorudo Kurosu"

Lançamento em tankobon no Japão: 10 de Setembro de 1986; no Brasil: Janeiro de 2012 (Editora JBC)

Na Fundação Graad, no Japão, chega à sétima armadura, a armadura de Hidra. A jovem Saori Kido, neta de Mitsumasa Kido, fundador da Fundação Graad, anuncia para a imprensa, junto de seu mordomo Tatsumi, que a Fundação realizará um torneio (Guerra Galáctica) com os Cavaleiros do Zodíaco e premiará o vencedor com a Armadura de Ouro de Sagitário. Ela explica que seu avô adotou há seis anos, cem crianças que receberam treinamento e depois foram enviadas para os quatro cantos do mundo para virarem cavaleiros, mas no final desses seis anos, só dez continuaram a se corresponder com a Fundação e apenas sete deles já voltaram para o Japão. Seiya chega ao meio da coletiva e exige ver sua irmã, do qual foi separado há seis anos. Saori conta que a irmã dele fugiu após a sua ida para a Grécia. Seiya, então, vai embora, mas Jabu, Cavaleiro de Unicórnio, tenta impedir que Seiya vá embora. Junto com Tatsumi, exige que Seiya deixe a armadura. Seiya fala que vai deixar armadura, mas antes golpeia Jabu.


Minu convence Seiya a participar da Guerra Galáctica já que sua irmã poderá vê-lo pela TV!
Minu convence Seiya a participar da Guerra Galáctica já que sua irmã poderá vê-lo pela TV!

Capítulo 4: "Guerra Galáctica"

"Gyarakushan Wozu"

Lançamento em tankobon no Japão: 10 de Setembro de 1986; no Brasil: Janeiro de 2012 (Editora JBC)

O torneio entre os cavaleiros de bronze está preste a começar. Mino, uma amiga de infância de Seiya, da época do orfanato, convence o Cavaleiro de Pégaso a participar do torneio, com o pretexto de que a sua irmã poderá vê-lo pela TV. O torneio começa e as chaves ficam assim: Cisne x Hidra; Pégaso x Urso, o vencedor enfrenta Dragão; Andrômeda enfrenta o vencedor de Leão x Unicórnio; e Lobo x Fênix. O primeiro combate é de Pégaso x Urso, porque Cisne ainda não chegou. Durante a luta, Geki de Urso encurrala Seiya com seu golpe Braços de Urso, mas Seiya se lembra do seu treinamento em que Marin conta que para derrotar seu adversário, deve-se privá-lo de sua principal arma. Então Seiya quebra os braços de Geki e chuta o Urso com uma velocidade incrível, como se fossem Meteoros.


Hyoga de Cisne vence facilmente a sua primeira luta na Guerra Galáctica!
Hyoga de Cisne vence facilmente a sua primeira luta na Guerra Galáctica!

Capítulo 5: "Cisne, o Guerreiro do Gelo"

"Kigunasu, Hyogen no Senshi"

Lançamento em tankobon no Japão: 10 de Setembro de 1986; no Brasil: Fevereiro de 2012 (Editora JBC)

Unicórnio derrota Ban de Leão Menor Enquanto isso, na Sibéria, Hyoga recebe uma carta do Santuário contando onde está a armadura de Cisne e o autorizando a usar para acabar com a Guerra Galáctica. Chegando lá, ele enfrenta e derrota Ichi de Hidra e avisa a Seiya e os outros que está de volta ao Japão só para acabar com o torneio.


Shiryu de Dragão acaba destruindo o seu próprio punho e escudo ao mesmo tempo!
Shiryu de Dragão acaba destruindo o seu próprio punho e escudo ao mesmo tempo!

Capítulo 6: "Dragão, o escudo e punho mais fortes"

"Doragon, Saikyo no Tate to Ken"

Lançamento em tankobon no Japão: 9 de Janeiro de 1987; no Brasil: Fevereiro de 2012 (Editora JBC)

Como Fênix ainda não chegou, a luta de Seiya contra Shiryu de Dragão é antecipada. Ao começar a luta, Shunrei, uma garota que foi criada junto com Shiryu na China, chega até a coliseu e conta para Shiryu que seu mestre está à beira da morte. Shiryu decide encerrar a luta logo para poder voltar para casa, mas Seiya não se rende tão fácil. Shiryu consegue se defender com o escudo de sua armadura e atacar com o seu punho, que juntos são considerados os mais fortes dos cavaleiros de bronze. Seiya, entretanto, consegue destruir o punho e o escudo de Shiryu.


Shunrei implora para Seiya se levantar e salvar a vida de Shiryu de Dragão!
Shunrei implora para Seiya se levantar e salvar a vida de Shiryu de Dragão!

Capítulo 7: "Combate mortal! Pégaso contra Dragão"

"Shito! Pegasasu Tai Doragon"

Lançamento em tankobon no Japão: 9 de Janeiro de 1987; no Brasil: Fevereiro de 2012 (Editora JBC)

Um replay é mostrado para saber como Seiya destruiu o escudo e o punho de Shiryu. O cavaleiro de Pégaso se jogou contra o escudo de Shiryu e quando o Dragão foi golpear a sua cabeça, ele se abaixou, fazendo Shiryu atingir o próprio escudo, que é destruído junto de seu punho. Dragão diz que não adianta mais lutar com armadura destruída e tira o resto dela. Seiya que não gosta de enfrentar um oponente em desvantagem também tira sua. Pégaso solta seus Meteoros, Shiryu desvia, mas alguns deles o acertam. Seiya conta que descobriu o ponto fraco de Shiryu: ao soltar o Cólera do Dragão, Shiryu desprotege o seu coração momentaneamente. Se Seiya conseguir atingir um golpe ali, Shiryu certamente morrerá. Duvidando que Seiya consiga, Shiryu dispara o Cólera do Dragão e Seiya o Meteoro de Pégaso, os dois são atingidos, o médico declara que Dragão está morto. Shunrei implora para que Seiya golpeie a costa de Shiryu, no lado oposto do coração dele, mas o médico diz que Pégaso está incapaz de fazer isso, porém Seiya resolve tentar. Shun de Andrômeda ajuda carregando Shiryu, Pégaso se concentra e consegue acertar as costas de Shiryu e seu coração volta a bater.


Shun enfrenta Jabu e se protege com a ajuda das suas Correntes de Andrômeda!
Shun enfrenta Jabu e se protege com a ajuda das suas Correntes de Andrômeda!

Capítulo 8: "Axia"

"Axia"

Lançamento em tankobon no Japão: 9 de Janeiro de 1987; no Brasil: Fevereiro de 2012 (Editora JBC)

A luta de Shun de Andrômeda contra Jabu de Unicórnio começa. Shun faz uma proteção em volta de si com a Corrente de Andrômeda, que o protege de todos os ataques de Unicórnio. Jabu sofre com os choques elétricos da corrente. No hospital, Shiryu visita Seiya para agradecer e conta que sente o cosmo de Fênix no Santuário faz tempo. Dragão também comenta sobre quem é Fênix e Seiya lembra que se Fênix realmente estiver no Coliseu, todos correm perigo. A Corrente de Andrômeda começa a agir de forma estranha e ela forma a palavra AXIA, que significa "Algo de Grande Valor". Shun então percebe que o perigo que a corrente tenta mostrar está na Armadura de Ouro de Sagitário que se abre e de dentro sai Fênix.


Ikki de Fênix surge no Coliseu e se vê obrigado a enfrentar Nachi de Lobo!
Ikki de Fênix surge no Coliseu e se vê obrigado a enfrentar Nachi de Lobo!

Capítulo 9: "Fênix! O guerreiro que veio do inferno!"

"Fenikkusu! Jigoku Yori no Senshi"

Lançamento em tankobon no Japão: 10 de Março de 1987; no Brasil: Março de 2012 (Editora JBC)

Ikki de Fênix é o irmão de Shun e foi ele que partiu no lugar de Shun para a Ilha da Rainha da Morte. Ikki revela que voltou ao Japão para se vingar da Fundação Graad e todos os envolvidos com ela. Então ele ataca Shun, mas Nachi de Lobo entra na frente e diz que Fênix deve lutar contra ele pela Guerra Galáctica. Ikki derrota Lobo rapidamente com o seu poderoso Golpe Fantasma de Fênix (Espírito Diabólico de Fênix). Ikki pergunta quem quer ser o próximo a morrer, mas os Cavaleiros Negros aparecem e dizem que Ikki deve deixar os outros cavaleiros para eles.


Ikki e os outros Cavaleiros Negros conseguem escapar do Coliseu com a Armadura de Ouro!
Ikki e os outros Cavaleiros Negros conseguem escapar do Coliseu com a Armadura de Ouro!

Capítulo 10: "A Armadura de Ouroi é roubada"

"Ubawareta Gorudo Kurosu"

Lançamento em tankobon no Japão: 10 de Março de 1987; no Brasil: Março de 2012 (Editora JBC)

Os Cinco Fênix Negros encurralam os Cavaleiros de Bronze. Um deles avisa a Ikki que eles já levaram a Armadura de Ouro, fazendo Ikki e os Cavaleiros Negros fugirem. Saori manda Seiya e os outros irem atrás da Armadura, mesmo não gostando da Saori mandar neles daquele jeito, Seiya vai à caça da armadura. Hyoga recupera o braço esquerdo da armadura, Seiya a perna direita, Shun a perna esquerda e Shiryu o braço direito. Porém Ikki e os outros Cavaleiros Negros conseguem escapar.


Shun de Andrômeda é atacado inesperadamente pelo Cisne Negro!
Shun de Andrômeda é atacado inesperadamente pelo Cisne Negro!

Capítulo 11: "Os quatro Cavaleiros Negros! Apresentação"

"Burakku Fo! Tojo"

Lançamento em tankobon no Japão: 10 de Março de 1987; no Brasil: Março de 2012 (Editora JBC)

Shiryu vai embora levando a armadura de Dragão e de Pégaso para conserto, Shun sai pelas propriedades da mansão da família Kido para achar o lugar em que Ikki treinava e, ao achar a árvore com a marca dos socos de Ikki, Shun é atacado por Cisne Negro. Hyoga chega para ajudar e os dois Cisnes começam a lutar, porém a luta é interrompida pelos outros Cavaleiros Negros. Cisne Negro vai embora junto com eles. Os Cavaleiros Negros chegam ao local onde Ikki está. Ikki distribui as outras partes da Armadura de Sagitário entre os Cavaleiros Negros: Pégaso Negro fica com a Cintura, Dragão Negro fica com o Peitoral, Cisne Negro fica com as Ombreiras e Andrômeda fica com o cinturão e Ikki fica com o Elmo (ou capacete).


Shiryu terá que doar a sua vida em troca das Armaduras de Pégaso e Dragão!
Shiryu terá que doar a sua vida em troca das Armaduras de Pégaso e Dragão!

Capítulo 12: "O palácio de Mu"

"Mu no Yakata"

Lançamento em tankobon no Japão: 10 de Março de 1987; no Brasil: Março de 2012 (Editora JBC)

Shiryu chega à China e descobre que seu Mestre está bem. Ele pediu que Shunrei contasse que ele estava morrendo para que Shiryu aprendesse a se concentrar na luta ao invés de se preocupar com outras coisas. O Mestre Ancião conta para Shiryu como chegar até o homem que conserta armaduras. Shiryu parte para Jamiel onde enfrenta alguns desafios no caminho até chegar ao Palácio de Mu, onde ele é recebido por Kiki. Mu diz para Shiryu que se ele quiser consertar as armaduras, ele deve doar sua vida para elas. No Japão, Ikki lança um desafio para os Cavaleiros de Bronze: eles devem levar as partes da armadura que eles têm ao Monte Fuji, onde Ikki e os Cavaleiros Negros estarão esperando. Os Cavaleiros de Bronze chagam lá e Seiya começa a ficar preocupado com a demora de Shiryu, até que ele vê a silhueta do Cavaleiro de Dragão que traz consigo a nova Armadura de Pégaso para Seiya.


Seiya recebe a Armadura de Pégaso restaurada por Mu graças a Shiryu de Dragão!
Seiya recebe a Armadura de Pégaso restaurada por Mu graças a Shiryu de Dragão!

Capítulo 13: "A terror do punho Morte Negra"

"Kokushiken no Kyofu"

Lançamento em tankobon no Japão: 8 de Maio de 1987; no Brasil: Abril de 2012 (Editora JBC)

Kiki aparece com a Armadura de Dragão e revela que Shiryu deu a vida pelo conserto dela e da Armadura de Pégaso. Seiya e os outros resolvem entrar no Monte Fuji e pedem para Kiki esperar ali, por Shiryu. Seiya se encontra com o Pégaso Negro e mesmo após ser atingido pelo Meteoro Negro, ele consegue derrotar o Pégaso Negro com o Meteoro de Pégaso e fica com ao cinturão da Armadura, só que Seiya começar a sentir queimaduras no seu corpo, nos pontos em que ele foi atingido pelo Meteoro Negro. A dor é tanta que ele se desequilibra e cai em um precipício. Hyoga luta contra o Cisne Negro e o congela. Antes de morrer, Cisne Negro arranca o seu olho e manda para Ikki. Hyoga pega as ombreiras e, perto dali, Seiya consegue subir e deixar as partes da Armadura de Ouro para que os outros achem, antes de cair novamente no precipício.


Ikki de Fênix acerta um golpe fatal no coração do Hyoga de Cisne!
Ikki de Fênix acerta um golpe fatal no coração do Hyoga de Cisne!

Capítulo 14: "Batalha gélida! Cisne vs Fênix"

"Seizetsu! Hakucho Tai Hoo"

Lançamento em tankobon no Japão: 8 de Maio de 1987; no Brasil: Abril de 2012 (Editora JBC)

Ikki recebe o olho do Cisne Negro, que mostra para Ikki os golpes de Hyoga. O Cavaleiro de Cisne chega sem seguida para enfrentar o Fênix, porém Ikki consegue desviar de todos os golpes. Ikki ataca com o Golpe Fantasma de Fênix. Hyoga relembra do naufrágio em que sua mãe morreu e quando ele conseguiu enfim visitar o seu túmulo no fundo do mar, ele também vê uma ilusão em que o corpo congelado de sua mãe se transforma em um esqueleto. Ikki golpeia o coração de Hyoga que, antes de morrer, segura o braço de Ikki e o congela.


Shun de Andrômeda sofre para vencer o Andrômeda Negro!
Shun de Andrômeda sofre para vencer o Andrômeda Negro!

Capítulo 15: "Shun! A fúria da Nebulosa"

"Shun! Ikari no Nebyura"

Lançamento em tankobon no Japão: 8 de Maio de 1987; no Brasil: Abril de 2012 (Editora JBC)

Mu chega com o túmulo com o corpo de Shiryu. Shun acha Seiya pendurado no precipício e tenta salvá-lo com a Corrente de Andrômeda, mas o Andrômeda Negro chega e ataca Shun com a Corrente Negra. Mu lembra que Shiryu teve que doar metade de seu sangue para a armadura, porém ele agüentou a perda de tanto sangue, então de forma inesperada Shiryu levanta de seu túmulo. Mu avisa que ele não pode perder mais sangue ou senão morrerá. Shun derrota o Andrômeda Negro.


Shiryu de Dragão tem dificuldades para vencer os dois Dragões Negros!
Shiryu de Dragão tem dificuldades para vencer os dois Dragões Negros!

Capítulo 16: "Colisão! Dragão vs Dragão"

"Gekito! Ryu Tai Ryu"

Lançamento em tankobon no Japão: 8 de Maio de 1987; no Brasil: Abril de 2012 (Editora JBC)

Shiryu de Dragão chega para enfrentar o Dragão Negro, Shun deixa as partes da armadura de ouro dele e de Seiya com Shiryu e desce pelo precipício para salvar o cavaleiro de Pégaso. Valendo seis peças da armadura de ouro, os dois dragões começam a lutar, o Dragão Negro se esconde das sombras, porém os ataques dele veem do lado oposto em que ele está então Shiryu percebe que é o irmão do Dragão Negro que ataca das sombras e como ele é cego, ele consegue se orientar melhor na escuridão. Então o Dragão Negro percebe que deverá enfrentar Shiryu pessoalmente. Mesmo não podendo, Shiryu ataca com o Cólera do Dragão, porém seu corpo fraco recebe o impacto da força do golpe. Ele quase derrota o Dragão Negro, que num ato de solidariedade, pressiona o ponto vital de Shiryu para que os ferimentos causados pelo Cólera do Dragão parem. Arrependido, o Dragão Negro cai morto no chão.


Shun de Andrômeda carrega Seiya de Pégaso nas costas!
Shun de Andrômeda carrega Seiya de Pégaso nas costas!

Capítulo 17: "Lembranças do Ódio"

"Nikushimi no Kioku"

Lançamento em tankobon no Japão: 8 de Maio de 1987; no Brasil: Abril de 2012 (Editora JBC)

Shun consegue resgatar Seiya do fundo do precipício, Shiryu pressiona os pontos vitais de Seiya para que os ferimentos causados pelo Meteoro Negro parem. Shun e Shiryu chegam até Ikki e Shiryu se prepara para lutar, mas Shun o ataca e se oferece em sacrifício para Ikki poder voltar a ser a pessoa boa que era antes. Ikki fala que não vai adiantar nada, mesmo assim ele ataca o irmão, mas é impedido por Hyoga que ainda está vivo, Seiya também aparece. Ikki está disposto a enfrentar os quatro. Ele ataca com o Golpe Fantasma de Fênix, porém Hyoga faz uma barreira de gelo, fazendo o golpe do Ikki voltar contra si. Ikki começa a lembrar de Esmeralda, uma jovem que ajudava Ikki na Ilha da Rainha da Morte, da qual ele se apaixonou, porém ela foi morta pelo Mestre de Ikki, Guilty, fazendo com que Ikki se enfureça e mate seu mestre.


Ikki se enfurece ao ver Esmeralda morta e mata o seu mestre Guilty!
Ikki se enfurece ao ver Esmeralda morta e mata o seu mestre Guilty!

Capítulo 18: "Lembranças da Ilha da Rainha da Morte"

"Desukuinto no Tsuioku"

Lançamento em tankobon no Japão: 10 de Julho de 1987; no Brasil: Maio de 2012 (Editora JBC)

Ikki se lembra de alguns momentos em que ele passou com Esmeralda e também se lembra dos momentos finais de seu mestre, que revela que Mitsumada Kido é o pai de Ikki e de todos os órfãos adotados há seis anos pela fundação Graad. Neste momento é que Ikki fica revoltado e decide se vingar da fundação. Depois ele se lembra do momento em que ele foi pegar a armadura de Fênix, mas ela estava sob a proteção de Jango, o líder dos Cavaleiros Negros, e ao derrotá-lo, ficou com a posse da armadura de Bronze de Fênix. Após vestir a armadura, Shaka de Virgem aparece para eliminar Jango, mas descobre que ele acabou de ser derrotado por Ikki, que percebe a força descomunal do cavaleiro de ouro. Fênix tenta atacar Shaka, que revida jogando Ikki longe. O cavaleiro de Virgem vai embora apagando a memória de Fênix, que depois tem um encontro com o resto dos Cavaleiros Negros. Os Cavaleiros Negros pedem para serem subordinados de Ikki.


Hyoga de Cisne é atingido novamente no coração por Ikki de Fênix!
Hyoga de Cisne é atingido novamente no coração por Ikki de Fênix!

Capítulo 19: "Torne-se cinzas, Fênix"

"Fushicho yo Haito Nare!"

Lançamento em tankobon no Japão: 10 de Julho de 1987; no Brasil: Maio de 2012 (Editora JBC)

Hyoga quer aproveitar e eliminar Ikki agora que ele está incapacitado, porém Shun impede que Hyoga faça isso. Neste momento de distração, Ikki acorda e golpeia o coração de Hyoga. Fênix tira, do peito do Cisne, o crucifixo que pertencia a mãe de Hyoga, e percebe que foi isso que protegeu o coração do Cisne, quando ele recebeu o seu golpe na luta anterior. Ikki golpeia os quatro com o Ave Fênix, mas Seiya é protegido pela Armadura de Sagitário. Seiya lembra Ikki que no dia em que os órfãos estavam partindo para o redor do mundo, Ikki tentou fugir para salvar Shun de ir para a Ilha de Andrômeda, mas, eletrificado pelas cercas elétricas da mansão Kido, Ikki é mandando para a Ilha da Rainha da Morte sendo espancado por Tatsumi. Mesmo assim Ikki não se sensibiliza, então Seiya golpeia Fênix e destrói sua armadura, que se reconstrói (como a Fênix na mitologia). Ikki ataca, mas Seiya se protege com o Escudo do Dragão, que foi mandado por Shiryu, Seiya ataca com o Meteoro, mas a Corrente de Andrômeda ataca junto e Ikki cai no chão. Seiya percebe que mesmo desacordados, seus amigos estão ajudando com os seus cosmos. Seiya então finaliza com o Meteoro de Pégaso, que recebe a ajuda do Pó de Diamante. Declarando sua derrota, Ikki fala que o que ajudou Seiya não foi só a amizade e sim o amor fraterno.


Misty de Lagarto é o primeiro Cavaleiro de Prata a enfrentar Seiya!
Misty de Lagarto é o primeiro Cavaleiro de Prata a enfrentar Seiya!

Capítulo 20: "Armadura de Prata! A beleza assassina"

"Shiruba Kurosu! Utsukushiki Hittoman"

Lançamento em tankobon no Japão: 10 de Julho de 1987; no Brasil: Maio de 2012 (Editora JBC)

Kiki e Mu percebem um cosmo poderoso que se aproxima do Monte Fugi. Enquanto isso, Ikki revela para Seiya que todos os órfãos adotados pela fundação Graad são irmãos, e que o pai deles é Mitsumasa Kido. Um terremoto acontece no Monte Fuji, Mu consegue teletransportar os cavaleiros, surgindo assim quatro estrelas cadentes no céu, mas quatro outras estrelas seguem essas. Misty de Lagarto é o misterioso cavaleiro que se aproximava do Monte Fuji. Foi ele que causou o terremoto e Marin de Águia, mestra de Seiya, avisa Misty que quatro estrelas cadentes saíram do Monte Fuji. Os dois então seguem Mu, que carrega Seiya, que está desacordado, e o alcança em uma praia. Misty se prepara para lutar com Mu, mas Marin lembra que eles estão ali para derrotar os cavaleiros de bronze, então Seiya acorda e se surpreende ao ver sua mestra ali. Misty ataca Seiya que revida, mas Misty comenta que a diferença entre um cavaleiro de prata e um de bronze é enorme. Seiya ataca Misty, mas quando o cavaleiro de prata vai revidar, Marin golpeia o coração de Seiya, o matando. Misty se surpreende com esse ato de Marin e desconfia que Seiya realmente tenha morrido. O Cavaleiro Mouses de Baleia chega com o corpo de Shiryu, Asterion de Cães de Caça com o corpo de Shun e Babel de Centauro com o corpo de Hyoga.


Misty é vencido pelo golpe Turbilhão de Pégaso de Seiya!
Misty é vencido pelo golpe Turbilhão de Pégaso de Seiya!

Capítulo 21: "Medalha de hombridade"

"Otoko no Kunsho"

Lançamento em tankobon no Japão: 10 de Julho de 1987; no Brasil: Maio de 2012 (Editora JBC)

Os Cavaleiros de Prata enterram os quatros cavaleiros de bronze. Kiki pergunta para Mu se eles perceberam o plano de Marin e Mu diz que não, só Misty que desconfia da morte de Seiya, fato que é verdade, pois o cavaleiro de Lagarto fica para trás para conferir se Seiya realmente está morto e ataca o tumulo de Pégaso. Seiya salta de seu tumulo, desviando do golpe, mostrando que está vivo. Descobrindo a traição de Marin, Misty continua a luta com Seiya que ataca com os Meteoros, mas são bloqueados pelo cavaleiro de prata. Misty ataca com o golpe Furacão das Trevas, mas Seiya não se da por vencido e continua lutando com Misty, cada vez acertando mais Meteoros nele. Seiya, no final, ataca com o golpe Cometa de Pégaso, mas mesmo assim Misty fica vivo e ataca Seiya. O Cavaleiro de Pégaso consegue bloquear e usa um golpe novo chamado Turbilhão de Pégaso, enfim derrotando o cavaleiro de prata.


Marin é presa por Mouses e Asterion e quase morre afogada na praia!
Marin é presa por Mouses e Asterion e quase morre afogada na praia!

Capítulo 22: "A carata do Cavaleiro ressuscitado"

"Fukkatsu no Seinto Kado"

Lançamento em tankobon no Japão: 10 de Setembro de 1987; no Brasil: Junho de 2012 (Editora JBC)

Seiya desenterra seus amigos e descobre que na verdade trata-se dos corpos dos Cavaleiros Negros que Mu teleportou também e que, usando uma ilusão, fez com que os Cavaleiros de Prata achassem que eram os de Bronze. Mu fala para Kiki que está na hora de irem embora, pois os Cavaleiros de Bronze tem que aprender vencer sem ajuda. Com a demora de Misty, Babel de Centauro volta e descobre o corpo de seu colega, então ele encontra Hyoga que tira sarro do fato de Babel não ter percebido a ilusão de Mu. Irritado, Babel ataca Hyoga, que consegue revidar e derrota o Cavaleiro de Prata. Mouses, Asterion e Marin também voltam para a praia, percebendo a traição de Marin, os dois Cavaleiros de Pata lutam com a Amazona. Eles prendem Marin e a amarram de ponta cabeça em um mastro, fixado no no mar.


Asterion de Cães de Caça acaba vencido por Marin de Águia!
Asterion de Cães de Caça acaba vencido por Marin de Águia!

Capítulo 23: "Seiya, o ataque enfurecido!"

"Seiya, Ikari no Atakku!"

Lançamento em tankobon no Japão: 10 de Setembro de 1987; no Brasil: Junho de 2012 (Editora JBC)

Asterion e Mouses desconfiam que Marin seja irmã de Seiya, pelo fato dela ter ido à Grécia só para reencontrar o irmão. Seiya percebendo o cosmo fraco de Marin, volta para trás e a encontra prestes a morrer. Ele tenta salvá-la, mas Mouses de Baleia o impede, ajudado por Asterion de Cães de Caça que é capaz de ler mentes. Em um dos seus golpes, Mouses fala que Seiya deve morrer para viver junto com sua irmã Marin no outro mundo. Descobrindo que ela é sua irmã, Seiya se enfurece e consegue desviar do que seria o golpe final de Mouses para em seguida derrotar o Cavaleiro de Prata com o Turbilhão de Pegaso. Em seguida, Asterion consegue derrubar Seiya, mas Marin escapa. Asterion tenta ler a mente dela para derrotá-la, mas ela apaga sua mente e consegue achar uma brecha no golpe de Asterion, o derrotando, porém ela o deixa vivo para ele ir ao Santuário avisar que os Cavaleiros de Bronze estão dispostos a lutar.


O Cavaleiro de Prata Jamian de Corvo sequestra Saori Kido (Atena)!
O Cavaleiro de Prata Jamian de Corvo sequestra Saori Kido (Atena)!

Capítulo 24: "Lutem! Em prol de Atena"

"Tatakae! Atena no Moto de"

Lançamento em tankobon no Japão: 10 de Setembro de 1987; no Brasil: Junho de 2012 (Editora JBC)

Os quatro Cavaleiros de Bronze se reunem na praia. Seiya revela que são irmãos e quem é o pai deles, Hyoga também revela que já sabia disso. Eles voltam com a Armadura de Ouro para o Coliseu da Fundação, que está todo destruído. Lá dentro está Saori Kido com seu Cetro. Seiya diz que já sabe da verdade, então Saori diz que está na hora de saber o resto: ela é Atena, quando criança, o cavaleiro Aiolos de Sagitário, ferido, encontra Mitsumasa Kido nas ruínas gregas e deixa ela e a Armadura de Ouro com ele. Os Cavaleiros de Bronze falam que mesmo sabendo que ela é Atena, não querem lutar ao lado dela e vão embora. Porém, ao saírem do Coliseu, vários corvos atacam e levam Saori embora. Seiya vai atrás e alcança ela numa montanha fora da cidade, onde ela está sendo capturada por Jamian de Corvo. Seiya resgata Saori, mas a amazona Shina de Cobra aparece pronta para lutar. Vendo que a única chance é pular pelo precipício que esta ao seu lado, Seiya salta levando Saori em seus braços, desmaiando com a queda. Jamian desce e tenta enfrentar Saori, que mostra seu cosmo poderosíssimo, impressionando Shina e outros três Cavaleiros de Prata que estão por perto. Ikki chega e derrota Jamian de Corvo, então os três Cavaleiros de Prata se preparam para lutar com Ikki. O primeiro acaba derrotado facilmente e depois Dante de Cérbero se apresenta e também é derrotado por Fênix.


Ikki de Fênix retorna e detona os Cavaleiros de Prata!
Ikki de Fênix retorna e detona os Cavaleiros de Prata!

Capítulo 25: "Por um futuro magnífico"

"Ooinaru Mirai no Tameni"

Lançamento em tankobon no Japão: 10 de Novembro de 1987; no Brasil: Agosto de 2012 (Editora JBC)

O primeiro Cavaleiro de Prata mostra estar vivo e se apresenta como Capela de Auriga. Ele ataca Ikki com seu disco, mas Ikki revida com o Golpe Fantasma de Fênix. Capella então sofre com a ilusão e quando desperta, é derrotado pelo próprio disco que voltou e ele não conseguiu segurar a tempo. Ikki é atacado pelas costas por Dante de Cérbero, que não foi derrotado, mas Shun usando, as Correntes de Andrômeda, salva seu irmão. Hyoga e Shiryu também aparecem, indo socorrer Saori e Seiya. Shun então derrota Dante, só restando o último Cavaleiro de Prata. Ikki vai embora e Hyoga o avisa para ir no Vulcão da Ilha do Canhão, pois só o calor de lá pode descongelar o braço de Ikki, afetado pela luta com Hyoga. O último cavaleiro é Algol de Perseu, que utilizando o seu escudo, tranforma Shun e Hyoga em pedra, como a Medusa da mitologia. Shiryu vendo que só ele pode salvar Atena e seus amigos, luta com Algol, chegando ao ponto de colocar uma venda em seus olhos, porém mesmo assim, o golpe de Algol faz com que o braço esquerdo de Shiryu vire pedra. Tendo só uma alternativa, Shiryu fura seus olhos e derrota Algol, salvando seus amigos.


Milo de Escorpião e Aiolia de Leão são convocados pelo Mestre do Santuário!
Milo de Escorpião e Aiolia de Leão são convocados pelo Mestre do Santuário!

Capítulo 26: "O desafio de Aiolia de Leão"

"Leo Aioria no Chosen"

Lançamento em tankobon no Japão: 10 de Novembro de 1987; no Brasil: Agosto de 2012 (Editora JBC)

O Grande Mestre reune, após anos, dois Cavaleiros de Ouro em uma mesma sala. Milo de Escorpião e Aiolia de Leão (que não utiliza sua armadura, fato explicado no Episódio G). O Grande Mestre conta sobre as vitórias que os Cavaleiros de Bronze estão tendo sobre o Santuário e sobre a falsa declaração de Saori Kido que diz ser Atena, e ele pede que Aiolia vá ao Japão eliminar os Cavaleiros e resgatar a Armadura de Sagitário, que ele afirma ser a verdadeira. No Japão, Seiya está internado no Hospital, se recuperando. Mino e Shun o fazem uma visita e Shun comenta que Hyoga e Shiryu foram embora do Japão. O Cavaleiro de Andrômeda diz que talvez vá embora também. Seiya também fala que irá procurar sua irmã pelo mundo. No quarto de Seiya está guardada a Armadura de Sagitário, apesar de que Seiya quer ela longe dele. À noite, Shina de Cobra aparece e ataca Seiya e conta que como Seiya viu seu rosto, ele tem que morrer. Aiolia chega até o hospital e tira Seiya e Shina a força para fora. Shina fala para Seiya fugir, mas o poder de Aiolia é muito grande, e Leão diz para Seiya entregar seus amigos e a Armadura de Ouro, mas Seiya não concorda, então Aiolia ataca com o Relâmpago de Plasma que acaba acertando Shina que pula na frente de Seiya para protegê-lo e revela que já que ele viu seu rosto, ela tem que amá-lo ou matá-lo, mas ela optou por amá-lo. Para salvar a Amazona a tempo, Aiolia diz que vai levá-la ao Santuário para ela se recuperar. Porém três Cavaleiros de Prata (Algethi de Hércules, Dio de Mosca e Sírius de Cão Maior) falam que estão seguindo Aiolia a mando do Grande Mestre e que eles vão eliminar Seiya, o atacando várias vezes. Na hora de dar o golpe fatal, Seiya é protegido pela Armadura de Sagitário e vestindo ela, ele derrota os três Cavaleiros de Prata.


Seiya veste a Armadura de Ouro de Sagitário pela primeira vez!
Seiya veste a Armadura de Ouro de Sagitário pela primeira vez!

Capítulo 27: "Colisão violenta! A Armadura de Ouro"

"Gekitotsu! Gorudo Kurosu"

Lançamento em tankobon no Japão: 10 de Novembro de 1987; no Brasil: Agosto de 2012 (Editora JBC)

Vendo que Seiya agora esta em pé de igualdade com ele, Aiolia deixa Shina no chão e se prepara para lutar com Pégaso, que mesmo com a armadura, não consegue suportar os golpes de Leão. Seiya indaga o porque de Aiolia servir o Grande Mestre e Leão diz que é por causa dele defender a Justiça e o Amor, então ele vai dar o golpe final em Seiya, mas alguém aparece. Enquanto isso na Grécia, o Grande Mestre, em um de seus momentos de "dupla personalidade", conversa consigo mesmo comentando sobre ele enganar o Santuário por 13 anos, ele acaba sendo visto por um serviçal e por causa dele saber a sua verdadeira identidade, ele o mata. Saori Kido que chegou para impedir Aiolia. Vendo o cosmo dela, ele percebe que ela só pode ser Atena. Saori conta que quando bebê, o Grande Mestre tentou matá-la, mas Aiolos o salvou e quase morreu ao fugir do Santuário, então ele entregou ela e a Armadura de Ouro para Mitsumasa Kido, que mudou a forma da Armadura de Ouro e só revelou para ela sua história no seu leito de morte. O torneio serviu para revelar para o Grande Mestre onde a Armadura de Ouro estava, só para ele sair da sombra e declarar guerra. Duvidando da verdade, Aiolia diz que se ela for Atena, ela aguentará o golpe dele, então ele a ataca e Seiya segura o golpe. Por trás de Seiya surge a silhueta de Aiolos, que confirma a história. Seiya consegue repelir o golpe de Aiolia, que não consegue se defender. Derrotado, Aiolia perde perdão a Atena e vai embora com Shina para o Santuário, onde ele cobra a verdade do Grande Mestre que diz que Aiolia descobriu a sua história e deve morrer. Com sua cor de cabelo mudada repentinamente do loiro para o moreno, o Grande Mestre começa lutar com Aiolia, mas a luta é impedida por Shaka de Virgem.


Máscara da Morte de Câncer vai até os Cinco Picos matar o Mestre Ancião!
Máscara da Morte de Câncer vai até os Cinco Picos matar o Mestre Ancião!

Capítulo 28: "Hora da batalha"

"Kessen no Toki"

Lançamento em tankobon no Japão: 8 de Janeiro de 1988; no Brasil: Setembro de 2012 (Editora JBC)

Shaka e Aiolia começam a lutar, iniciando uma Batalha de Mil Dias. Nos Cinco Picos, Shiryu conversa com o Mestre Ancião, quando o Cavaleiro de Ouro Máscara da Morte de Câncer aparece a mando do Santuário para eliminar o Mestre de Shiryu, que veste a Armadura do Dragão para derrotar o Cavaleiro de Ouro. Máscara da Morte diz que seu objetivo é derrotar o Mestre Ancião, que é o Cavaleiro de Ouro de Libra. Máscara da Morte se prepara para usar seu golpe Ondas do Inferno, mas Mu aparece, revelando ser o Cavaleiro de Ouro de Áries. Falando que é suicídio lutar contra dois Cavaleiros de Ouro, Máscara da Morte vai embora dizendo que espera Shiryu no Santuário. Na Sibéria, Hyoga vai ao fundo do mar visitar o túmulo de sua mãe, porém seu mestre afunda o navio onde ela está para Hyoga perder o seu ponto fraco e deixa a mensagem "Santuário" escrita no gelo. No Japão, Seiya se despede de Mino para ir ao Santuário junto com Saori, mas eles se supreendem ao ver Hyoga e Shiryu que também querem enfrentar o Santuário. Então eles esperam Shun, que está sendo barrado por sua amiga de treino, e paixão, June de Camaleão, que pede para Shun não enfrentar o Grande Mestre.


Saori é atingido no peito por uma flecha dourada de Tremmy de Sagita!
Saori é atingido no peito por uma flecha dourada de Tremmy de Sagita!

Capítulo 29: "Santuário! As Doze Casas"

"Sankuchuari! Juni no Kyuden"

Lançamento em tankobon no Japão: 8 de Janeiro de 1988; no Brasil: Setembro de 2012 (Editora JBC)

Saori, Tatsumi, Seiya, Shiryu, Hyoga e Shun chegam no Santuário. Eles são recebidos por um sacerdote que os leva até a Casa de Áries e diz para eles que há Doze Casas do qual cada uma é guardada por um Cavaleiro de Ouro e que, para chegar até o Grande Mestre, eles precisam passar por todas. O sacerdote revela ser Tremmy de Sagita e os ataca com flechas. As felchas eram na verdade uma ilusão e Seiya o derrota em seguida, só que uma das flechas era verdadeira, uma flecha de ouro que atingiu o peito de Saori Kido. A partir de então, o Relógio Zodiacal se acendeu e eles têm apenas zoze horas para chegar até o Grande Mestre, o único capaz de retirar a flecha. Então os Cavaleiros vão correndo até a primeira casa, a Casa de Áries, onde Mu concerta suas armaduras e conta sobre o sétimo sentido.


Aldebaran de Touro tem o seu chifre cortado por Seiya de Pégaso!
Aldebaran de Touro tem o seu chifre cortado por Seiya de Pégaso!

Capítulo 30: "Batalha na Casa de Touro"

"Kingyukyu no Batoru"

Lançamento em tankobon no Japão: 8 de Janeiro de 1988; no Brasil: Setembro de 2012 (Editora JBC)

Com uma hora já passada, eles chegam até a Casa de Touro, onde Aldebaran de Touro deixa Shiryu, Shun e Hyoga desacordados. Vendo a persistência de Seiya, Aldebaran diz que permite que Seiya atravesse a Casa se ele quebrar o chifre da armadura de Touro. Então o Pégaso bloqueia o golpe de Aldebaran, que enquanto se recupera do impacto do próprio golpe, é atacado por trás por Seiya, que quebra seu chifre, conseguindo o direito de atravessar a casa.


A Armadura de Gêmeos aparece como ilusão na frente de Seiya, Shiryu, Hyoga e Shun!
A Armadura de Gêmeos aparece como ilusão na frente de Seiya, Shiryu, Hyoga e Shun!

Capítulo 31: "O Labirinto de Gêmeos"

"Gemini no Meikyu"

Lançamento em tankobon no Japão: 8 de Janeiro de 1988; no Brasil: Setembro de 2012 (Editora JBC)

Os cavaleiros atravessam a Casa de Gêmeos, mas ao sair eles percebem que voltaram para a entrada da casa. Eles tentam de novo e voltam à entrada novamente, só que dessa vez aparecem duas Casas de Gêmeos. Eles resolvem se separar: Hyoga e Shun vão para a casa da esquerda e Seiya com Shiryu vão na casa da direita. Mu visita Aldebaran na casa de Touro e os dois conversam sobre o objetivo dos Cavaleiros de Bronze e sobre o misterioso Cavaleiro de Gêmeos. Hyoga e Shun encontram o Cavaleiro de Gêmeos, que revida todos os golpes, conseguindo nocautear Hyoga. Na outra casa, Seiya e Shiryu também se deparam com Gêmeos, mas Shiryu não consegue sentir a presença dele e percebe que na verdade é uma ilusão. Puxando Seiya, ele vai de encontro com o cavaleiro e consegue sair da casa, desfazendo a ilusão por de trás deles. O Grande Mestre não gosta de Pégaso e Dragão terem atravessado, o deixando determinado a derrotar o Cisne e o Andrômeda. Na outra casa, a ilusão continua e Shun vê que sua corrente também não sente nenhuma presença de inimigo, então Shun protege ele e Hyoga com a Nebulosa de Andrômeda.


Hyoga de Cisne sucumbi diante do poder do seu mestre Camus de Aquário!
Hyoga de Cisne sucumbi diante do poder do seu mestre Camus de Aquário!

Capítulo 32: "A ilusão de Gêmeos"

"Gemini no Gen'ei"

Lançamento em tankobon no Japão: 10 de Março de 1988; no Brasil: Outubro de 2012 (Editora JBC)

Gêmeos consegue atravessar a Nebulosa de Andrômeda, fazendo Shun perceber que ele é uma ilusão feita por alguém longe. O Cavaleiro de Ouro usa o golpe Outra Dimensão, Shun usa as suas Correntes para se manter na Casa de Gêmeos, mas Hyoga, indefeso, é sugado pela Dimensão paralela criada por Gêmeos, que usa o golpe novamente e desta vez destrói as Correntes de Andrômeda, só que bem na hora, um cosmo atrapalha a concentração do Grande Mestre, desfazendo a ilusão. Irritado, o Grande Mestre procura o dono desse cosmo. Ele descobre que é de Ikki, que está na Ilha do Canhão, recuperando o seu braço congelado. Ainda na casa de Gêmeos, Shun reluta sair sem Hyoga, então ele acaba preso de novo pela ilusão do Grande Mestre. O Cavaleiro de Gêmeos usa novamente o golpe Outra Dimensão, mas Shun se protege com a sua corrente e usa a Onda Relâmpago, golpe que lança a corrente através do infinito até ela achar o inimigo, e a corrente consegue atingir o Grande Mestre na sua sala, desfazendo novamente a ilusão. O Grande Mestre resolve se render por enquanto. Hyoga cai na Casa de Libra, onde ele encontra o seu mestre Camus de Aquário que, para protegê-lo, resolve enfrentá-lo, Camus revela que foi ele que afundou o navio da mãe de Hyoga, com raiva, Hyoga ataca com o Pó de Diamante, mas o seu mestre usa a Execução Aurora, congelando Hyoga dentro de um esquife de gelo que ficará eternamente na casa de Libra.


Máscara da Morte de Cãncer volta a encontrar Shiryu de Dragão na casa de Câ ncer!
Máscara da Morte de Cãncer volta a encontrar Shiryu de Dragão na casa de Câ ncer!

Capítulo 33: "Combate mortal na Casa de Câncer"

"Kyokaikyu no Shito"

Lançamento em tankobon no Japão: 10 de Março de 1988; no Brasil: Outubro de 2012 (Editora JBC)

Shiryu e Seiya chegam na casa de Câncer onde há os rostos das pessoas mortas por Máscara de Morte, que já está pronto para lutar. Shiryu pede para Seiya seguir em frente, pois ele quer terminar a luta que iniciou na China. O Cavaleiro de Ouro usa o golpe Ondas do Inferno, que manda Shiryu para a Colina de Yomotsu, o portal entre a vida e a morte. Lá, o espírito de Saori aparece e ajuda Shiryu a voltar a vida. Inconformado, Máscara da Morte usa de novo o Ondas do Inferno. Aos pés da cachoeira de Rozan, Shunrei começa rezar por Shiryu e o Cavaleiro de Câncer sente as orações, com medo de Shiryu ressuscitar de novo, ele vai também para o Yomotsu para enviar o Dragão ao mundo dos mortos pessoalmente. Ele prende Shiryu e ao chegarem perto do topo da colina, as orações se tornam mais fortes. Irritado, o Cavaleiro de Câncer usa seu cosmo e derruba Shunrei na Cachoeira. Enfurecido, Shiryu se liberta e Câncer o ataca violentamente, conseguindo empurrar Shiryu pelo buraco, porém o Dragão consegue se segurar na beirada. O Cavaleiro de Ouro vai chutar a mão de Shiryu para ele cair, mas as suas vítimas, que não conseguiram descansar em paz, pulam em cima dele. Sem piedade, Máscara da Morte ataca os corpos e os joga pelo portal. Shiryu fica indignado com a crueldade do cavaleiro e se pergunta como ele consegue servir a justiça. Então Máscara da Morte vai pisar na mão de Dragão para ele cair, só que Shiryu consegue golpear a perna do Cavaleiro de Ouro que ficou desprotegida da armadura. O cavaleiro de bronze se levanta e golpeia o braço de Máscara da Morte, que também ficou desprotegido. A armadura de Câncer sai do corpo do Cavaleiro e Shiryu fala que ela não quer ajudar alguém tão mau. Não querendo ficar em vantagem, o Dragão tira a sua armadura para lutar de igual para igual com Máscara da Morte. Atingindo o sétimo sentido por um instante, Shiryu ataca com o Cólera do Dragão, jogando o Cavaleiro de Ouro pelo portal. Na casa de Câncer, Shun chega e reanima Shiryu. Mestre Ancião começa a conversar com eles por telepatia e diz que ele salvou Shunrei e ele percebe que Shiryu recuperou a visão.


Seiya é obrigado a enfrentar um possuído Aiolia na casa de Leão!
Seiya é obrigado a enfrentar um possuído Aiolia na casa de Leão!

Capítulo 34: "Por nossa deusa"

"Waga Megami no Tameni"

Lançamento em tankobon no Japão: 10 de Março de 1988; no Brasil: Outubro de 2012 (Editora JBC)

Seiya esta na Casa de Leão, onde ele encontra um Aiolia totalmente transformado. O Leão ataca Seiya impiedosamente, mas Pégaso consegue atingir um chute no Cavaleiro de Ouro. Enquanto isso, Shina se recuperou e Cássios conta para ela que os Cavaleiros de Bronze já estão na Casa de Leão e que Aiolia foi golpeado durante a luta com Shaka pelo Grande Mestre, com o Satão Imperial, golpe que hipnotiza a mente do adversário, que só melhora quando ele mata alguém. Shina fica desesperada e se levanta para salvar Seiya, mas Cássios a golpeia e decide ir em seu lugar, pois ele não quer que ela se sacrifique por Pégaso. Aiolia continua lutando contra Seiya. Shun e Shiryu estão chegando perto da entrada da casa, só que Cássios chega também e fala para os dois não entrarem ou senão irão ver o corpo de Seiya derrotado por Aiolia. Enquanto isso, Pégaso está prestes a ser derrotado por Leão, mas Cássios entra na casa e se mata na frente de Aiolia para ele recobrar a consciência. A personalidade de Leão não muda, então Seiya eleva seu 7º sentido e consegue atingir Aiolia com os Meteoros e ele finalmente recobra a consciência.


Shaka de Virgem caiu diante do incrível poder do Ikki de Fênix!
Shaka de Virgem caiu diante do incrível poder do Ikki de Fênix!

Capítulo 35: "Shaka! O homem mais próximo de Deus"

"Shaka! Kami ni Chikai Otoko"

Lançamento em tankobon no Japão: 10 de Maio de 1988; no Brasil: Novembro de 2012 (Editora JBC)

Aiolia usa sua capa para cobrir o corpo de Cássios e ele alerta Seiya, Shiryu e Shun para tomarem cuidado com Shaka e não deixá-lo abrir seus olhos. Minutos depois na casa de Virgem, Shaka imobiliza os três Cavaleiros de Bronze e está preste a matar Shun, mas Ikki aparece e impede o Cavaleiro de Ouro. Shaka faz aparecer um lago de sangue na casa de Virgem e Fênix começa a afundar. Ele diz que só salvará Fênix se ele venerá-lo como um Deus, mas Ikki expande seu cosmo que faz o sangue evaporar. Shaka faz Ikki se lembrar do encontro que tiveram na Ilha da Rainha da Morte e o cavaleiro de Ouro lança o Circulo das Seis Existências. Virgem acha que derrotou Fênix, que se levanta e ataca com o Golpe Fantasma de Fênix. O golpa se volta contra ele, que se quando criança carregando Shun pelo mundo, após a morte de sua mãe. Shaka destrói a armadura de Ikki e se prepara para lançar novamente o Circulo das Seis Existências, mas Fênix foge. Entretanto, Ikki percebe que não saiu do mesmo lugar, como se fosse "um grão de areia na mão de Buda". Shaka ataca de novo, mas a armadura de Fênix se restaura e vendo que Ikki não será derrotado tão facilmente, o Cavaleiro de Ouro ataca com o golpe Rendição Divina, abrindo os seus olgos e soltando um cosmo poderosíssimo. O Cavaleiro de Ouro começa a retirar os cinco sentidos de Ikki, um de cada vez, para em seguida se preparar para eliminar o Cavaleiro de Bronze de uma vez por todas, mas Shun aparece e utiliza sua corrente para impedir o ataque de Shaka. Através do seu cosmo, Ikki pede para Shun deixá-lo derrotar Shaka, que ataca o 6º sentido de Fênix. Agora só restou o 7º sentido de Ikki e ele o expande ao máximo. Fênix se teleporta e aparece atrás de Shaka, o prendendo-o, aumentando cada vez mais seu cosmo. Os dois são transportados para uma outra dimensão, só restando a armadura de Virgem na sexta casa.


Shiryu de Dragão esbanja grande técnica e liberta Hyoga do Esquife de Gelo!
Shiryu de Dragão esbanja grande técnica e liberta Hyoga do Esquife de Gelo!

Capítulo 36: "O segredo da Armadura de Libra"

"Raibura no Kurosu no Himitsu"

Lançamento em tankobon no Japão: 10 de Maio de 1988; no Brasil: Novembro de 2012 (Editora JBC)

Seiya, Shiryu e Shun chegam na casa de Libra e lá eles encontram o esquife de Gelo de Hyoga. Seiya solta seu Meteoros de Pégaso, mas o esquife permanece intacto. De repente aparece uma urna de armadura que se abre e revela ser a Armadura de Libra. Shiryu percebe que seu mestre enviou a Armadura para ele e conta que a Armadura têm seis armas aos pares: a Espada, a Lança, o Escudo, a Barra Dupla, a Barra Tripla e a Tonfa. Ele conta também a história da Armadura, que Atena não permite que os Cavaleiros possam usar armas, as únicas armas são as de Libra. O Cavaleiro de Libra deve ser um Cavaleiro capaz de avaliar e decidir quem pode usar suas armas. Shiryu escolhe a Espada para quebrar o esquife, pois para ele, ela é a única capaz de destruir o gelo sem Hyoga ser atingido pelo impacto. O esquife é destruído e Shun fica para trás para reanimar Hyoga, que está quase morrendo. Seiya e Shiryu seguem em frente, mas quando chegam perto da casa de Escorpião, eles percebem que talvez Shun se sacrifique para salvar Hyoga, então eles resolvem voltar para trás, mas o Cavaleiro Milo de Escorpião aparece e impede os dois de retornarem. Ele aplica o golpe Agulha Escarlate nos dois. Hyoga chega na casa com Shun no seu colo, que desmaiou ao enviar o seu cosmo para o seu amigo.


Milo de Escorpião acaba surpreendido pelo poder de recuperação de Hyoga de Cisne!
Milo de Escorpião acaba surpreendido pelo poder de recuperação de Hyoga de Cisne!

Capítulo 37: "Escorpião vs Cisne"

"Sasori Tai Hakucho"

Lançamento em tankobon no Japão: 10 de Maio de 1988; no Brasil: Novembro de 2012 (Editora JBC)

Hyoga entrega Shun para Seiya e Shiryu, e fala para eles seguirem em frente. Ao pé das doze casas, Tatsumi é atacado por alguns soldados do Santuário que querem matar Saori, mas Jabu e os outros 4 Cavaleiros de Bronze aparecem e derrotam os soldados. Milo e Hyoga começam a se enfrentar, um ataca com o Agulha Escarlate e o outro com o Pó de Diamante. Milo não sente o golpe, mas Hyoga é atingido com a primeira das treze picadas do Escorpião. Hyoga continua atacando, mas ele recebe mais picadas. Quando Milo se prepara para disparar a última, a Antares, que representa a estrela vermelha no centro da Constelação de Escorpião, ele percebe que suas pernas foram congeladas no chão pelos golpes de Hyoga, que se aproveita da situação e ataca com o Kholodnyi Smerch.


Milo de Escorpião reconhece a bravura de Hyoga e o salva da morte certa!
Milo de Escorpião reconhece a bravura de Hyoga e o salva da morte certa!

Capítulo 38: "Avante até a morte!"

"Shisutomo Susumu!"

Lançamento em tankobon no Japão: 10 de Maio de 1988; no Brasil: Dezembro de 2012 (Editora JBC)

Milo continua em pé e Hyoga começa sofrer hemorragia por causa das picadas do adversário. Escorpião fala que Camus queria somente poupá-lo quando o congelou, mas Hyoga não concorda e está determinado a vencer Milo, que por telepatia fala para Camus que vai derrotar Hyoga. O Cavaleiro de Bronze acredita que só será um verdadeiro cavaleiro se ele lutar até o final, mesmo que morra. Então Hyoga ataca com o Pó de Diamante e Milo com a Antares. Cisne é derrotado, mas o Cavaleiro de Ouro percebe que ele teve sua armadura congelada e que sem ela, ele teria sido derrotado antes de atacar Hyoga. Vendo que era para ele ter perdido, Milo pressiona o ponto vital de Hyoga, que acorda e sua hemorragia para. De volta aos pés das Doze Casas, Geki pega para Tatsumi o Cetro de Saori e a Armadura de Sagitário que estavam no avião. A Armadura se teleporta para a Casa de Sagitário e no Santuário todos sentem o cosmo das Doze Armaduras de Ouro ressoar por se juntarem após 13 anos. Seiya e Shiryu, que estão levando Shun, chegam à Casa de Sagitário, onde a armadura dispara sua flecha contra Seiya.


Os Cavaleiros de Bronze lêem o testamento deixado por Aiolos de Sagitário!
Os Cavaleiros de Bronze lêem o testamento deixado por Aiolos de Sagitário!

Capítulo 39: "Jovens! Confiamos Atena a vocês"

"Shonen Tachi yo! Atena wo Takusu!"

Lançamento em tankobon no Japão: 10 de Maio de 1988; no Brasil: Dezembro de 2012 (Editora JBC)

A flecha atingiu a parede. Shun acorda e, junto com Seiya e Shiryu, acaba vendo a parede revelar uma mensagem de Aiolos. Hyoga chega e juntos eles lêem a mensagem que diz "Jovens guerreiros, eu lhes confio Atena!". Os quatro se emocionam e percebem que este é o testamento de Aiolos, então os quatro juram que pelo menos um terá que chegar ao Mestre. Eles saem da casa e veem que o Sol já se pôs. Eles passam pela Casa de Capricórnio que estava vazia, mas, ao saírem, Shiryu percebe um cosmo e fala para seus companheiros pularem, bem na hora que uma fenda é aberta da terra. Shiryu ficou para trás e o cavaleiro Shura de Capricórnio aparece. Ele fala que eliminou Aiolos há 13 anos e Shiryu diz que vai se vingar.


Shura de Capricórnio não foi páreo para o poderoso Último Dragão de Shiryu!
Shura de Capricórnio não foi páreo para o poderoso Último Dragão de Shiryu!

Capítulo 40: "Shura! O homem que possui a Excalibur!"

"Shura! Ekusukariba wo Motsu Otoko!"

Lançamento em tankobon no Japão: 10 de Maio de 1988; no Brasil: Dezembro de 2012 (Editora JBC)

Shura com o seu golpe Excalibur acerta a perna de Shiryu. Ao tentar acertar um segundo golpe, Shiryu revida com o Cólera do Dragão, mas Shura aproveita e usa o golpe Pedras Saltitantes, que joga Shiryu longe. Shura continua a usar o Excalibur, que corta até o indestrutível escudo do Dragão e o resto da armadura. O Cavaleiro de Capricórnio vai dar um último golpe, mas Shiryu consegue parar as mãos de Shura e expande seu cosmo, fazendo aparecer o Dragão de suas costas. Ele usa o Cólera do Dragão, mas Shura consegue aplicar o Excalibur no coração do Cavaleiro de Bronze. Vendo que só resta uma alternativa, Shiryu usa o Último Dragão, que lança ele e Shura ao espaço. Capricórnio, vendo a determinação de Shiryu, percebe que ele estava dizendo a verdade e se arrepende antes de morrer. Seiya, Shun e Hyoga param ao ver uma estrela cadente subindo da Casa de Capricórnio, mas Hyoga fala que eles não devem parar, pois eles estão perto da Casa de Aquário onde Camus já está na porta esperando-os. Hyoga diz para Seiya e Shun seguirem em frente, pois ele que vai derrotar seu mestre.


Hyoga de Cisne utiliza a técnica do seu próprio mestre Camus de Aquário para vencê-lo!
Hyoga de Cisne utiliza a técnica do seu próprio mestre Camus de Aquário para vencê-lo!

Capítulo 41: "Frio extremo! O Zero Absoluto!"

"Kyukyoku no Toki! Zettai Reido!"

Lançamento em tankobon no Japão: 10 de Maio de 1988; no Brasil: Dezembro de 2012 (Editora JBC)

Hyoga usa o Pó de Diamante, mas Camus usa seu frio que é maior para bloquear o ataque. Hyoga lembra quando Camus lhe ensinou sobre o Zero Absoluto. Camus usa a Execução Aurora, mas Hyoga se levanta e usa o Kholodnyi Smerch, mas é inútil. Aquário congela Hyoga mais uma vez e faz o Esquife de Gelo, mas Hyoga se livra e os dois lançam uma massa de ar gelada que fica bloqueada entre eles. Hyoga desmaia e, antes que a massa de ar o atinja, ele sente o cosmo dos seus amigos, de Saori e de sua falecida mãe. Então Hyoga desperta e consegue mandar a massa de ar frio de volta para Camus, que tem a sua armadura congelada. Vendo que Hyoga não tem um golpe mais forte, Camus se prepara para usar a Execução Aurora, mas Hyoga também se posiciona para usar o mesmo ataque. Os dois lançam o golpe, acabando ambos congelados e derrotados. Seiya e Shun chegam às portas da Casa de Peixes, onde Afrodite os espera.


Afrodite de Peixes acabou surpreendido pelo poderoso poder secreto de Shun de Andrômeda!
Afrodite de Peixes acabou surpreendido pelo poderoso poder secreto de Shun de Andrômeda!

Capítulo 42: "O cortejo fúnebre das rosas!"

"Bara no Soretsu"

Lançamento em tankobon no Japão: 9 de Setembro de 1988; no Brasil: Janeiro de 2013 (Editora JBC)

Shun fala para Seiya ir direto para Sala do Grande Mestre, pois ele quer vingar seu mestre que foi morto por Afrodite. Ao chegar à escadaria que leva à Sala do Grande Mestre, Seiya percebe que ela está coberta com rosas e espinhos. Essas rosas são chamadas de Rosas Diabólicas, já que aos poucos tiram os cinco sentidos da pessoa que inala o seu cheiro. Seiya tenta subir a escada, mas acaba sendo derrotado pelo cheiro das rosas. Shun fala para Afrodite que irá se vingar pela morte de seu mestre e se lembra de June lhe contando o que aconteceu na Ilha de Andrômeda. Shun usa a Corrente de Andrômeda, mas Afrodite consegue defender e usa o golpe Rosas Diabólicas Reais. Shun se levanta e quando Afrodite usa o golpe pela segunda vez, ele usa a Defesa Circular, que se volta contra Peixes. O Cavaleiro de Ouro cria um turbilhão com as pétalas das rosas e se esconde no meio delas, mas, usando a Onda Relâmpago, Andrômeda consegue achar e acertar o elmo do cavaleiro de Peixes. Shun se lembra de momentos de seu treinamento e do dia que passou pela prova do sacrifício e ganhou a Armadura de Andrômeda. O Cavaleiro de Bronze usa a Onda Relâmpago mais uma vez, mas a corrente é bloqueada por uma rosa negra. Afrodite então usa as Rosas Piranhas que destrói tudo o que toca, destruindo a armadura e a corrente de Andrômeda. Shun relembra do momento quando estava indo embora da Ilha de Andrômeda e se despediu de seu mestre, mostrando a força de seu cosmo escondido. Shun então usa a Tempestade Nebulosa, que prende Afrodite em um turbilhão. Shun fala que se quiser, ele pode aumentar a força do turbilhão que pode matá-lo, mas Afrodite mostra a última rosa, a Rosa Sangrenta, que quando atinge o adversário ela suga todo o sangue até ele morrer. O Cavaleiro de Peixes revela que tanto ele quanto Shura e Máscara da Morte sabiam da verdade por de trás do Grande Mestre e então solta a rosa que acerta Shun. Neste momento, o Cavaleiro de Andrômeda aumenta a força do turbilhão e mata Afrodite. Shun, antes de morrer, se lembra de quando era criança e questionou para Ikki o porquê de no mundo haver tantas guerras e sofrimento.


Seiya de Pégaso finalmente chegou na sala do Grande Mestre!
Seiya de Pégaso finalmente chegou na sala do Grande Mestre!

Capítulo 43: "Combate mortal na sala do Grande Mestre!"

"Kyoko no Ma no Shito!"

Lançamento em tankobon no Japão: 9 de Setembro de 1988; no Brasil: Janeiro de 2013 (Editora JBC)

Só resta meia hora para a última chama ser apagada. Seiya se arrasta pela escadaria. Marin aparece e coloca sua máscara para Seiya parar de respirar o cheiro das rosas e ela o carrega levando-o até a Sala do Grande Mestre. Ela cai e Seiya, que já está melhor, devolve a máscara para sua mestra e destrói as pétalas com os Meteoros de Pégaso. Shina aparece e fala que irá cuidar de Marin. Então Seiya segue em frente e chega até o Grande Mestre, que retira o seu elmo e começa a chorar. Ele fala que somente o escudo da Deusa, que está na estátua de Atena, pode salvá-la. Seiya então vai para lá, mas o Grande Mestre começa a passar mal e sua outra personalidade desperta, atacando Seiya. Seiya lança os Meteoros de Pégaso no Grande Mestre, mas ele se defende e veste a Armadura de Gêmeos. O Cavaleiro de Ouro usa o golpe Outra Dimensão, mas seu lado bom desperta e protege Seiya. O Mestre volta a ficar mau e tira os 5 sentidos de Seiya.


Afrodite de Peixes acabou surpreendido pelo poderoso poder secreto de Shun de Andrômeda!
Afrodite de Peixes acabou surpreendido pelo poderoso poder secreto de Shun de Andrômeda!

Capítulo 44: "Gêmeos! O homem de duas caras"

"Gemini! Futatsu no Kao wo Motsu Otoko"

Lançamento em tankobon no Japão: 9 de Setembro de 1988; no Brasil: Janeiro de 2013 (Editora JBC)

Por telepatia, Shaka pede para Mu ajudá-lo a voltar da outra dimensão para a casa de Virgem e trazer Ikki junto. A armadura de Fênix se restaura e Ikki segue até a Sala do Grande Mestre, onde Seiya aumenta seu cosmo e derruba Gêmeos. Então Pégaso vê a silhueta da estátua de Atena e segue até lá, mas o Grande Mestre persiste. Seiya usa o Turbilhão de Pégaso, porém quem recebe o impacto do golpe é ele mesmo. Gêmeos se prepara para dar o golpe final, mas o elmo da armadura começa a "chorar", deixando-o surpreso. Ikki passa pela casa de Capricórnio, onde o corpo de Shiryu com a armadura de Capricórnio cai, a armadura sai de Shiryu, que desperta em seguida. Ele diz que Shura lhe passou a armadura para salvá-lo. Ikki diz que tem que seguir em frente. Na casa de Aquário, Hyoga também diz para Ikki continuar e na casa de Peixes, Shun pede perdão para Ikki, que fala que ele é quem deve ser perdoado.


Saga de Gêmeos enlouquece de vez ao conseguir deter Ikki de Fênix!
Saga de Gêmeos enlouquece de vez ao conseguir deter Ikki de Fênix!

Capítulo 45: "Seu nome é Saga!"

"Sono na wa Saga"

Lançamento em tankobon no Japão: 10 de Novembro de 1988; no Brasil: Fevereiro de 2013 (Editora JBC)

Na Sala do Grande Mestre, Fênix chega e impede Gêmeos de dar o golpe final em Pégaso. Ikki usa o Ave Fênix duas vezes, porém na segunda vez não causa efeito. Ambos usam seus golpes psíquicos, o Satã Imperial e o Golpe Diabólico de Fênix, e ambos causam efeitos. Vendo que se continuassem iriam iniciar um combate de mil dias, eles resolvem usar golpes físicos. O Cavaleiro usa o Explosão Galáctica, que derruba Ikki. Por telepatia, os 5 cavaleiros de ouro sobreviventes conversam e Mu conta a verdade: o Mestre é Saga de Gêmeos. Então a voz de Saga ecoa por todo o Santuário, revelando a história. Ele conta para Ikki que era para ele ser o atual Grande Mestre, mas o antigo Grande Mestre escolheu Aiolos de Sagitário. Ele então se vingou matando e tomando lugar do Mestre. Os Cavaleiros de Ouro resolvem derrotar Saga, mas Mu fala que isso é uma provação que os cavaleiros de bronze e Saori têm que passarem. Seiya se levanta e Saga tenta atacá-lo, mas Ikki entra na frente. Gêmeos usa o golpe Explosão Galáctica.


Saga de Gêmeos se sacrifica e pede perdão a deusa Atena pelos seus crimes!
Saga de Gêmeos se sacrifica e pede perdão a deusa Atena pelos seus crimes!

Capítulo 46: "A ressurreição de Atena!"

"Atena Fukkatsu!"

Lançamento em tankobon no Japão: 10 de Novembro de 1988; no Brasil: Fevereiro de 2013 (Editora JBC)

Seiya continua em pé. Hyoga, Shun e Shiryu emprestam seus cosmos para Seiya, que então golpeia Saga com o Cometa de Pégaso. Quando Saga acorda, ele vai correndo para a Estátua de Atena, mas o conflito de sua mente o atrasa, mesmo assim ele chega até o templo de Atena, onde Seiya tenta alcançar o escudo de pedra, que fica menor e dourado. Então no instante em que a chama de Peixes se apaga, Seiya mira o Escudo para Saori, porém Saga entra na frente e recebe o impacto da luz que chega até a flecha que é destruída. Saga desmaia e seu lado maligno sai de seu corpo e Seiya desmaia. Saori acorda e os Cavaleiros de Ouro a reconhecem como Atena. Então eles e todos os Cavaleiros se ajoelham perante a deusa Atena. Saori se lembra dos cinco Cavaleiros de Bronze e começa a subir as doze casas. No caminho ela encontra Saga, que ataca seu coração para se redimir do mal que causou. Mu chega até lá e diz que talvez Saga fosse o que mais sofreu nessa guerra por causa de sua divisão entre o bem e o mal.


voltar para o topo da página

última atualização realizada em: 02/10/2017