Eventos -> Comic Con Experience -> Edição de 2015

Informações

Clique Aqui para voltar para a tela de seleção dos anos da CCXP

Edição de 2015

Comic Con Experience

No dia 4 de dezembro de 2015, aconteceu o painel oficial da Toei Animation, focado no anime Soul of Gold, durante a CCXP - Comic Con Experience 2015. O painel contou com a presença do produtor do anime, o Satoshi Teramoto. A tradução ficou por conta de Arnaldo Oka, a moderação por Eduardo Vilarinho (criador do CavZodiaco) e filmagem por João Fernando Guimarães (equipe CavZodiaco). Confira como foi:

- A ideia do anime Soul of Gold surgiu ao final da série Ômega, em uma reunião, onde decidiram explorar os 12 Cavaleiros de Ouro e não os 5 de Bronze.

- A Bandai obviamente teve uma participação direta na produção do anime.

- Masami Kurumada participou ativamente na produção. Muitas das partes da sua atuação não podem ser reveladas, mas ele atuou na concepção original do anime, no desenrolar da história dos Cavaleiros de Ouro e foi ele quem decidiu que a história se passaria em Asgard.

- Por ser uma obra muito amada fora do Japão, principalmente no Brasil, eles preferiram não fazer uma série de TV e sim disponibilizar pela Internet via streaming, desta forma não teria uma janela muito grande para o lançamento no Brasil, por exemplo. O sucesso de Sailor Moon neste formato ajudou também.

- O anime teve mais de 50 milhões de visualizações. Algo impressionante na opinião da Toei Animation, um sucesso. A proporção foi de 1 pra 9, ou seja, praticamente 90% das pessoas que assistiram o anime eram de fora do Japão. Eles então puderam sentir o peso dos fãs estrangeiros. O sr. Teramoto então gostaria de levar a opinião dos fãs brasileiros a respeito de futuras produções em anime. Atenção: lançaremos uma pesquisa em breve, onde contaremos com a colaboração de todos os fãs e nos comprometemos entregá-la diretamente à Toei Animation.

- Não está descartada a possibilidade de Masami Kurumada vir ao Brasil em uma Comic Con Experience no futuro.

- Sobre a qualidade visual do anime, com a morte de Shingo Araki, eles optaram por seguir em frente com outro estúdio e encarar novos desafios: streaming e o trabalho com o estúdio Bridge. O produtor reconhece que a produção teve pontos positivos e negativos. Com isso, ele quer que os fãs falem alto e dêem um empurrão para produzir futuros novos animes e melhores (na pesquisa que faremos, isso será englobado também).

- O projeto Ômega surgiu então na tentativa de reconquistar as crianças para a franquia, mas a tentativa não foi das mais felizes.

- O primeiro pôster oficial do anime mostrado na Tamashii Nations de 2014 no Japão já indicava realmente que a história seria em Asgard, mas ninguém percebeu.

- Houve um aconselhamento do Kurumada para fazer uma renovação dos dubladores, mas a Toei Animation bateu o pé e acreditou que não poderia mudar os dubladores veteranos originais japoneses. O retorno dos seiyuus (dubladores) foi importante, o produtor ficou arrepiado quando viu o episódio dublado em japonês pela primeira vez. Sobre a Freya não ter tido voz, em tom de humor, ele pediu a compreensão dos fãs.

- Uma fã perguntou sobre a justiça feita na história do Afrodite, Máscara da Morte e Aldebaran. O sr. Teramoto respondeu dizendo que as opiniões do diretor, do roteirista e de toda a equipe de Soul of Gold influenciaram no resultado final. Sobre o Aldebaran eles quiseram enfatizar o lado da força física dele. Máscara da Morte ficou mais humano, diferente do que os fãs imaginavam, um reflexo do sentimento da equipe (lembrou das mudanças no filme A Lenda do Santuário também). Já o Afrodite eles quiseram dar mais enfase para ele e acharam que envolvê-lo com o Máscara da Morte seria interessante, onde eles julgaram como uma decisão acertada, principalmente no clímax da história, agradando os fãs. Apesar disso, o dublador japonês do Afrodite reclamou que não teve muita participação.

- Um fã perguntou sobre o tempo de produção do anime, a quantidade de pessoas envolvidas e se a Toei Animation pretende fazer animações diretas no meio digital. A resposta foi de que para uma produção semanal de meia-hora são necessárias 100 pessoas aproximadamente, já o ritmo, englobando roteiro, alterações, dublagem, animação, até chegar ao produto final, são 16 a 17 semanas. Episódios com boa qualidade são 20 semanas. A equipe deve ter um cronograma intesivo para cumprir a meta de 1 episódio por semana. Em Soul of Gold tivemos 1 episódio a cada duas semanas. Infelizmente é complicado fazer um anime completamente digital, pois não é possível exigir que um animador veterano faça diretamente no tablet, existe uma grande dificuldade de adaptação.

- Um fã perguntou sobre a possibilidade de voltarem a utilizar o character designer da série clássica novamente. A resposta foi parecida com o que ele já tinha comentado. Com a morte de Shingo Araki, tudo complicou em Ômega e Soul of Gold. Da equipe de 100 pessoas que trabalham no anime, dezenas delas são animadores e cada um tem o seu traço diferente, mas de alguma forma eles precisam manter o padrão estabelecido pelo character designer. Mas se realmente os fãs desejam a volta do traço antigo, eles devem falar isso com mais vontade (novamente, faremos a pesquisa onde os fãs poderão dar a sua opinião e nos comprometemos levar isso a Toei Animation).

- Um fã perguntou sobre a continuação de Lost Canvas. Apesar de Lost Canvas não ser produzido pela Toei Animation e sim pela TMS, o sr. Teramoto fez questão de responder a pergunta. Ele disse que infelizmente é assunto fora do alcance dele, mas que se os fãs se manifestarem pela Internet, quem sabe outra empresa se esforce a continuar.

- Um fã, aspirante a desenhista profissional, entregou um desenho de presente ao sr. Teramoto, que o convidou para futuramente ir trabalhar em uma futura produção do anime.

- Ao final, o primeiro episódio dublado, encomendado especialmente para a Comic Con Experience, foi exibido, para delírio dos fãs. Infelizmente não houve tempo para a exibição do segundo episódio.

Além disso rolaram leilões dos bonecos Die-Cast HK (lançamento na época), exibição dos episódios da Fase Santuário da Saga de Hades (que estavam sendo lançados ainda na ocasião) e uma das melhores palestras com dubladores também aconteceu durante o CAS. Estandes das editoras e de produtos também fizeram a alegria do público, que puderam comprar vários itens interessantes da série.


Painel oficial da Toei Animation na CCXP 2015


Entrevista do produtor para o Omelete

O produtor do anime Soul of Gold, o Satoshi Teramoto, em entrevista ao vivo para o pessoal do Omelete durante a Comic Con Experience, acabou de tranquilizar os fãs dizendo que podemos ficar sossegados pois uma nova produção em anime será feita, em comemoração aos 30 anos de Saint Seiya no Japão. Pediu para ficarmos na expectativa. Embora ainda não exista uma definição de qual linha seguir, ele falou que existe a possibilidade de animarem Next Dimension, que seria a continuação oficial do Kurumada.


Exposição de Action Figures

Como não podia deixar de ser, os action figures dos Cavaleiros do Zodíaco marcaram presença no estande da Tamashii Nations / Bandai / PiziiToys. A grande supresa foi a exposição dos protótipos da nova linha D.D. Panoramation, os Doze Cavaleiros de Ouro com Armaduras Divinas (Cloth Myth EX), além do deus Loki (Cloth Myth EX), do Andreas (Figuarts ZERO), da Lyfia (Figuarts ZERO) e do Aiolia com Armadura de Odin (Cloth Myth). Alguns dos bonecos Cloth Myth já lançados também estavam expostos, assim como os antigos bonecos Saint Cloth Series (popularmente chamados aqui de Diecast).


#CCXP2015: vídeo mostrando todo o estande da Tamashii Nations / Bandai / PiziiToys, que conta inclusive com uma estátua da Atena e outra de Odin!

Publicado por CavZodiaco - Cavaleiros do Zodíaco em Quinta, 3 de dezembro de 2015

voltar para o topo da página

última atualização realizada em: 12/12/2019